UTI do Pezzuti terá mais 44 leitos para pacientes crônicos

Novos leitos serão para pacientes adultos e crianças
Novos leitos serão para pacientes adultos e crianças - FOTO: Paulo Pavione - Secop/Suzano

A rede de saúde pública do Alto Tietê terá ampliação de 44 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), destinados para pacientes crônicos adultos e crianças no Hospital Dr. Arnaldo Pezzuti Cavalcanti, em Mogi das Cruzes. O anúncio foi feito ontem, pelo secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn, durante cerimônia em comemoração aos 93 anos da unidade, que teve a presença do presidente do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat), Rodrigo Ashiuchi (PL), prefeito de Suzano, e autoridades.

Com a ampliação, o Hospital Dr. Arnaldo passará a contar com 80 leitos de UTI para pacientes crônicos - 40 adultos e 40 de pediatria. Hoje, a unidade conta com 36 leitos em operação, sendo 8 para adultos e 28 para crianças.

Na ocasião, o secretário fez uma homenagem simbólica aos médicos Onofre Zambuzzi e Ricardo Baltazar Harada, que emprestam os nomes para as alas da unidade hospitalar.

O presidente do Condemat destacou a importância da unidade hospitalar, sobretudo no enfrentamento à pandemia de coronavírus (Covid-19), e que em abril fez a abertura de 60 leitos para o tratamento de pacientes diagnosticados com a doença.

"O Hospital Dr. Arnaldo Pezzuti é um complexo muito importante para a nossa região, que há anos presta um trabalho de relevância para a população e, no momento que nossa região mais precisou, foi a retaguarda com a abertura de leitos específicos para o enfrentamento à Covid-19", destacou o presidente, ao relembrar a parceria do Condemat com o governo do Estado, que viabilizou a implantação de um novo sistema de oxigênio na unidade, o que permitiu a abertura dos leitos de Covid-19.

De acordo com a coordenadora de Serviços de Saúde do Estado, Magali Vicente Proença, o Estado irá buscar os recursos para ativação destes novos leitos, que permitirão a ampliação do tratamento aos pacientes crônicos da região.

A cerimônia também contou com a presença da diretora do Hospital Dr. Arnaldo Pezzuti, Fabiana Santos Fonseca; do deputado estadual, André do Prado (PL) do secretário de saúde de Suzano, Pedro Ishi; dos vereadores de Mogi das Cruzes Iduigues Martins e Malu Fernandes; e do secretário executivo do Condemat, Adriano Leite, e demais autoridades e funcionários do hospital.

93 anos

O hospital foi fundado em 1928, a partir do antigo sanatório de Santo Ângelo. É o primeiro hospital colônia do Brasil. O complexo foi construído para abrigar pacientes com hanseníase, que no século 19 era uma doença considerada altamente contagiosa e sem cura.

A partir de 1960, com os avanços no tratamento da Hanseníase, o hospital passou a receber outros pacientes crônicos. Recentemente o hospital também iniciou o atendimento de recuperação pós-Covid-19