Volta às aulas presenciais intensifica fluxo de veículos

O trânsito de Mogi das Cruzes deve se tornar mais intenso com a retomada das aulas presenciais, já que o fluxo de carros e vans escolares é maior nos horários de início e término do período de aulas. Para a Secretaria Municipal de Transportes, o crescimento será maior no entorno das escolas particulares, que voltaram integralmente com as aulas presenciais na segunda-feira.

Com exceção disso, a Pasta acredita que não haverá mudanças significativas no trânsito da cidade. "Durante o período da pandemia da Covid-19, houve uma redução no volume de veículos devido às medidas de isolamento e distanciamento social, que criaram novas rotinas de trabalho (home office, revezamento, dentre outros) e a consequente diminuição dos deslocamentos necessários", acrescentou.

Quanto à fiscalização, a secretaria garantiu que ela tem acontecido normalmente, mesmo durante a pandemia. As informações apontam que não houve mudança na sinalização de trânsito e/ou nas normas de embarque e desembarque nas proximidades das escolas. Elas apenas foram retomadas com o retorno das aulas presenciais.

Em Mogi, foram realizadas pesquisas para questionar os pais sobre a preferência ou não pela volta do ensino presencial no início deste ano, quando a maioria acreditava que manter as atividades remotas era o mais correto. Para este retorno presencial, a Secretaria Municipal de Educação não propôs nenhuma pesquisa para colher opiniões dos pais e responsáveis.

"Esclarecemos que a escuta dos pais e responsáveis é feita por vários mecanismos como as redes sociais, WhatsApp, Ouvidoria, unidades escolares e contatos feitos por e-mail e telefone", argumentou a Pasta.

A Prefeitura também apontou que esta gestão não age de forma unilateral e trabalha de forma "colaborativa, democrática e participativa". A retomada das atividades presenciais, segundo ela, tem sido feita de forma gradual, responsável e planejada de acordo com os índices epidemiológicos da cidade, seguindo a tendência de abertura do Plano São Paulo.

O retorno é facultativo às famílias e a secretaria ressaltou que as unidades estavam com as atividades presenciais suspensas desde março do ano passado e a retomada se faz necessária para a recuperação da aprendizagem dos estudantes. (T.M.)

Deixe uma resposta

Comentários