Vacinação contra gripe é retomada hoje em Poá

Imunização vai ocorrer entre as 9 e 15 horas; 31 mil pessoas já foram vacinadas
Imunização vai ocorrer entre as 9 e 15 horas; 31 mil pessoas já foram vacinadas - FOTO: Rodrigo Nagafuti/Secom Poá

Poá recebeu no início da semana mil doses da vacina contra a influenza e irá retomar a campanha de vacinação contra a gripe hoje. A imunização havia sido suspensa em 29 de julho, em virtude do encerramento do estoque de imunizante. Cerca de 31 mil poaenses já foram imunizadas contra os vírus H1N1, H2N3 e influenza B.

De acordo com o diretor do Departamento de Vigilância em Saúde, Leonardo Barbosa Garcia, o município aguardava um posicionamento da Secretaria de Estado da Saúde em relação à continuidade ou encerramento da vacinação. "A orientação inicial do governo do Estado era para realizar a campanha contra a influenza até o encerramento das doses, o que acabou ocorrendo no final deste mês de julho. Com o envio deste novo lote, vamos retomar a aplicação em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município", afirmou.

O diretor ressaltou que a vacinação está sendo realizada de segunda a sexta-feira, das 9 às 15 horas. "É bom destacar que o munícipe deve ficar atento ao intervalo necessário entre as aplicações das vacinas contra a Covid-19 e da influenza que é de, no mínimo, 14 dias entre as aplicações. Reforçamos que se trata de uma precaução e não uma contraindicação", disse Barbosa.

A campanha de vacinação contra a gripe em Poá imunizou até, ontem, 31.434 poaenses, sendo 6.003 crianças com idade entre seis meses a 5 anos, 11 meses e 29 dias; 715 gestantes; 1.977 trabalhadores da Saúde; 2.889 pessoas portadoras de comorbidades; 101 puérperas; 10.770 idosos maiores de 60 anos; 859 profissionais da Educação da rede pública e privada; 23 pessoas dotadas de deficiência permanente; 24 funcionários do sistema prisional; 69 caminhoneiros; 62 representantes da força de salvamento e segurança; 15 das forças armadas; 40 do transporte coletivo, rodoviário, passageiros urbanos e de longo percurso, três trabalhadores portuários e 7.862 da população geral.

"Quem ainda não conseguiu se vacinar, é importante aproveitar essa segunda chance, pois a vacinação contra influenza previne de diversos problemas decorrentes da gripe e evita internações, óbito e a sobrecarga nos serviços de Saúde, além de reduzir os sintomas que podem ser confundidos com os do novo coronavírus (Covid-19)", finalizou o diretor.