Pandemia leva Festa do Divino a se adaptar ao mundo digital

Quermesse da Festa do Divino é tradicional, mas foi cancelada nos últimos dois anos
Quermesse da Festa do Divino é tradicional, mas foi cancelada nos últimos dois anos - FOTO: Ney Sarmento/PMMC

A adaptação às tecnologias precisou ser encarada rapidamente pelos organizadores da Festa do Divino Espírito Santo, de Mogi das Cruzes, conforme a pandemia de Covid-19 obrigou a suspensão de eventos com a presença de público. Nos últimos dois anos, uma das festas católicas mais tradicionais do país foi exibida em edições virtuais aos devotos, em prevenção à crise sanitária.

Os resultados, no entanto, foram positivos, já que a era digital possibilitou que fiéis distantes do município também conseguissem acompanhar as comemorações, manifestando a fé principalmente neste momento de muitas perdas nas famílias. Para as próximas edições, a organização planeja aperfeiçoar e alinhar o conteúdo digital para o público.

"Não queremos perder essa ligação construída no momento de dificuldade: com a graça de Deus poderemos celebrar com alegria a retomada da normalidade, sem esquecer dos que estão fisicamente distantes", apontou o festeiro Ricardo Lima da Costa. Para ele, o resultado positivo é evidente mesmo com as condições desafiadoras ocasionadas pela falta de planejamento, pois a pandemia pegou a todos de surpresa, e de conhecimento na área tecnológica.

Costa acredita que todas as dificuldades foram superadas com a dedicação de todos os dirigentes das edições anteriores (Mauro de Assis Margarido, o Maurinho, e Cícera Alecxandra de Oliveira Margarido, como festeiros, e Maurimar Batalha e Roberta Fadoni Batalha, como capitães de mastro nas festas de 2020 e 2021.

"Queremos encontrar um ponto de equilíbrio que permita a participação dos devotos no ambiente digital, mas que não seja um movimento migratório dos fiéis que sempre manifestaram sua devoção presencialmente em nossos eventos tradicionais", afirmou o festeiro. Nas conversas com os fiéis, a organização tem percebido que eles estão ansiosos aguardando pela oportunidade de voltar às coroas, aos bingos, alvoradas, novenas e, claro, à conhecida quermesse.

Próxima edição

Além disso, eles entendem também a importância de preservar as tradições da Festa do Divino, e, por assim ser, o primeiro passo será celebrar a Primeira Coroa do Divino, no dia 14 deste mês, às 15 horas. Este evento terá restrição de participantes em respeito ao período de pandemia, mas com transmissão online pelas mídias sociais para que os devotos possam estar unidos em oração.

Ainda nesta ocasião, a organização fará a apresentação do tema e da logomarca que acompanharão as comemorações em 2022. O trabalho que a Associação Pró-Festa do Divino desenvolve tem deixado todos seguros quanto ao planejamento das ações, que fazem parte de um calendário tradicional, em que as pessoas aguardam por se confirmar.

Assim sendo, enquanto acompanham a evolução da vacinação e da atualização do Plano São Paulo, do governo do Estado, as pessoas envolvidas têm buscado antecipar nos contatos estratégicos que viabilizarão a agenda de atividades da edição do próximo ano.

Deixe uma resposta

Comentários