Ocupação de leitos de UTI na Santa Casa cai para 9%

As tendências de queda na ocupação de leitos de Enfermaria e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para casos de Covid-19, observadas em outras cidades da região e do Estado, também foram notadas na Santa Casa de Misericórdia de Mogi das Cruzes.

A taxa de ocupação dos leitos na UTI é de 9,09%, sendo de apenas um paciente para 11 unidades disponíveis. A porcentagem é ainda menor para os leitos de Enfermaria, com apenas 2,17% (um paciente para 46 leitos disponibilizados).

Segundo a Secretaria de Saúde de Mogi das Cruzes, a oscilação no número de vagas na Santa Casa pode ser melhor apurada tendo como base o início de cada mês.

Em janeiro deste ano, 12 pacientes ocupavam leitos para Covid-19 no hospital, o equivalente a 50% de sua ocupação. O número saltou para mais de 100% no início de março, com 28 pacientes.

Segundo a administração municipal, o período com maior ocupação foi no início de abril, quando 61 pacientes, entre setores de Enfermaria e de alta complexidade, estavam internados. Depois disso, teve início a tendência de queda nos meses de maio (19 pacientes, 35%), junho (15 pacientes, 27%) e julho (12 pacientes, 21%), até chegar no momento atual.

Um dos pontos já apontados pela municipalidade pela queda na ocupação de leitos por Covid-19 foi o avanço ao longo do semestre do trabalho de imunização, ocorrido tanto nos postos de saúde quanto nos mutirões e drive-thrus organizados pela Secretaria Municipal de Saúde.

Até ontem, pelos números oficiais do site da Prefeitura, 248.122 pessoas receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19 e 9.949 tomaram a dose única da Janssen; 83.653 pessoas, por sua vez, haviam recebido as duas doses da vacina definidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A vacinação em Mogi segue pelo modelo de agendamento prévio, realizado por meio de sua página na internet, em https://vacina.mogidascruzes.sp.gov.br/.

Deixe uma resposta

Comentários