Acolhimento emergencial será mantido neste final de semana

O acolhimento provisório para pessoas em situação de rua montado pela Prefeitura no Ginásio Municipal de Esportes Professor Hugo Ramos continuará operando neste final de semana. Após avaliar a situação, a Secretaria de Assistência Social decidiu estender o funcionamento até a segunda-feira pela manhã.

A previsão é que a partir de segunda-feira o serviço deixe de operar. Isso porque, com a melhora no tempo e nas temperaturas, a adesão e busca por acolhimento por parte das pessoas em situação de rua já teve queda. Ainda assim, a Operação Inverno terá continuidade, com abordagem à população de rua e oferta de encaminhamento para os acolhimentos convencionais, que seguem operando.

O serviço de Abordagem Social à População de Rua funcionará em caráter 24 horas até hoje. Depois, no final de semana será mantido até a meia-noite. Já na próxima semana, a abordagem deve ser realizada das 8 às 22 horas.

A redução na carga também deriva da melhora nas temperaturas. A abordagem foi mantida em regime de 24 horas por uma semana inteira, para atender a demanda aumentada pelo frio. Nos últimos dias, contudo, as equipes já constataram uma diminuição na aceitação do acolhimento durante a madrugada.

Hoje e amanhã, portanto, o acolhimento provisório no ginásio municipal segue ocorrendo, sempre com a acolhida a partir das 19 horas. No local, as pessoas em situação de rua têm não só uma cama para dormir, como também podem tomar banho, se alimentar, recebem roupas e agasalhos em doação e têm até um espaço de convivência, onde podem assistir televisão. Animais de estimação também são aceitos no local.

A Secretaria Municipal de Assistência Social mobilizou toda a equipe para atuar no local e a montagem do espaço contou com a participação de diversas secretarias e setores da Prefeitura de Mogi.

A abertura do ginásio é uma alternativa ao serviço já ofertado diariamente pela Assistência Social, que faz as abordagens, distribui cobertores àqueles que não aceitam a oferta do acolhimento institucional e encaminha os que aceitam para as unidades existentes na cidade. Não há registro de superlotação nessas unidades.

O serviço recebe apoio da Guarda Municipal, que está treinada e orientada para tal e deve ser acionada após o término do expediente das equipes da abordagem, pelo telefone 153.

Deixe uma resposta

Comentários