Secretaria do Verde calcula 'pegada de carbono'

A Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente realizou os cálculos da sua "Pegada de Carbono" (Carbon Footprint) no período compreendido entre junho de 2020 e julho de 2021, o que significa mensurar o quanto foi emitido de gases de efeito estufa em decorrência de suas atividades diárias, promovendo a neutralização correspondente. O cálculo apontou a emissão de 9,99 toneladas de dióxido de carbono no período e indicou a necessidade de plantio de 72 árvores para a compensação voluntária das emissões de gases de efeito estufa.

A partir desse cálculo, a secretaria fez o plantio de 287 árvores durante a programação do Junho Ambiental. O total de árvores plantadas corresponde a quase quatro vezes a quantidade necessária para a compensação. Foram realizados plantios de 169 árvores na avenida Pedro Romero, 11 na Praça do Shangai, no Cemitério São Salvador foram 47 e no Cemitério da Saudade 60 árvores.

"Nosso cálculo levou em consideração as emissões resultantes do tráfego de veículos e as atividades geradoras de emissões pelos trabalhos da secretaria. A partir daí, calculamos a compensação correspondente e conseguimos promover a neutralização durante a programa Junho Ambiental, superando a quantidade necessária", explicou a secretária Michele de Sá Vieira, que complementa acrescentando que os plantios são realizados de forma permanente em toda a cidade, como parte do Plano Municipal de Arborização.

A neutralização de emissões atende à diretiva Proatividade Qualidade do Ar, uma das mais importantes do Programa Município Verde Azul. A ação prevê que as instituições realizem seus inventários de emissões e adotem medidas para compensar o impacto delas no meio ambiente.

Para as pessoas interessadas em saber mais sobre o processo, o site da Fundação SOS Mata Atlântica possui uma calculadora de emissões que permite fazer o cálculo do volume de gases de efeitos estufa emitidos e a quantidade necessária de árvores a serem plantadas para neutralizar essas emissões.

A calculadora leva em consideração todos os processos biológicos do crescimento das árvores e permite que seja feito o cálculo do quanto ela consegue sequestrar de dióxido de carbono em seu processo de crescimento.