HC de Suzano pode realizar cirurgias eletivas no Alto Tietê

Secretário de Saúde disse que Covid acabou por represar as demandas de saúde
Secretário de Saúde disse que Covid acabou por represar as demandas de saúde - FOTO: Paulo Pavione/Secop Suzano

O prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi (PL), se reuniu anteontem com o secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn, e recebeu a confirmação da análise de abertura do Hospital das Clínicas (HC) de Suzano para o atendimento de cirurgias eletivas. O encontro ocorreu durante evento da faculdade de Medicina da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC), que também foi prestigiado pelo secretário municipal de Saúde, Pedro Ishi.

De acordo com o representante estadual, a possibilidade tem sido analisada diante dos reflexos deixados pela pandemia do coronavírus (Covid-19) à saúde pública de São Paulo. "Agora, com o avanço na vacinação, estamos conseguindo reduzir os índices de internações e óbitos causados pela Covid-19, mas temos outras demandas represadas. Entre elas, está o atendimento às cirurgias e exames. Temos um olhar especial para Suzano, como forma de retribuir todo o carinho e proteção à vida que o município promoveu neste período", afirmou Gorinchteyn.

O secretário ainda parabenizou a Saúde suzanense na condução da pandemia, sobretudo durante os picos de crise deste primeiro semestre. "Quero agradecer nosso grande prefeito Ashiuchi e todos os prefeitos e secretários do Alto Tietê que enfrentaram a pandemia de maneira honrosa e rápida, especialmente nessa segunda onda. Se não fosse isso, um número muito maior de mortos teríamos tido", disse.

Para o prefeito Ashiuchi, o aceno estadual pode ser considerado positivo não só para Suzano, mas para todas as demais cidades. "O HC de Suzano é um verdadeiro complexo de Saúde que vem se destacando em toda a região como referência de atendimento, acolhendo pacientes de todo o Estado, por meio da Central de Regulação de Ofertas e Serviços de Saúde (Cross). Esperamos ansiosos por essa possível abertura. Com certeza vai beneficiar muitos paulistas e trazer fluidez às cirurgias e exames", reforçou.

Já o secretário municipal de Saúde, Pedro Ishi, lembrou que a estrutura está apta ao atendimento, conforme recente fiscalização estrutural e técnica que teve por objetivo a renovação da licença anual da unidade de alta complexidade, localizada no bairro Vila Amorim, na região central da cidade. "No mês passado, nossa Vigilância Sanitária realizou a uma vistoria nas instalações do hospital, que conta com um Centro de Diagnóstico por Imagem e equipamentos de ponta para auxiliar centenas de pacientes em tratamento na unidade. Sem dúvidas, a abertura do HC representaria um avanço grandioso à região. Seguimos firmes nesse propósito e lutando por cada vez mais investimentos na Saúde", finalizou.