Ocupação de leitos de UTI Covid continua em queda no Alto Tietê

Secretaria de Saúde de Suzano informou que ocupação de UTI era de 20% na sexta
Secretaria de Saúde de Suzano informou que ocupação de UTI era de 20% na sexta - FOTO: Paulo Pavione/Secop Suzano

Região - O município de Mogi das Cruzes iniciou ontem com a ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em 43,6% por pacientes em tratamento do coronavírus (Covid-19), o índice está em queda desde o início deste mês. A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do portal oficial, apontou ainda que os leitos de Enfermaria trabalhavam ontem com a ocupação em 23,6%, também abaixo da metade há três semanas.

Os números se referem às seguintes unidades médicas: Hospital Municipal, Hospital de Campanha, Santa Casa de Misericórdia, Hospital Luzia de Pinho Melo, Hospital Ipiranga, Hospital Santana, Biocor e Mogi Mater. Do total de 94 leitos de UTI disponíveis para o tratamento de pacientes em estado mais grave de saúde, 41 estavam ocupados ontem. Ao todo, existem 123 camas de Enfermaria na cidade.

Já as taxas de ocupação de leitos de UTI e de Enfermaria/semi-intensiva para o tratamento contra o coronavírus ofertados pela Secretaria de Saúde de Suzano, na sexta-feira passada, eram de 20% (2 de 10) e 2,38% (1 de 42), respectivamente. Embora questionada, a Prefeitura não informou os números relacionados ao dia de ontem.

Em Itaquaquecetuba a situação é semelhante. A cidade encerrou a tarde de ontem com uma ocupação de 9% nos leitos de Emergência e de 25% nos de Enfermaria, reservados aos pacientes acamados por consequência da Covid-19. Ao todo, são 35 leitos de Enfermaria e 11 de Emergência, segundo a Secretaria Municipal de Saúde.

Por fim, a Prefeitura de Poá informou ontem que as ocupações no Hospital Municipal Doutor Guido Guida eram 50% e 4% na Emergência e Enfermaria, respectivamente. A cidade possui 22 leitos de Enfermaria e outros dois de Emergência.

Remessa de vacinas

Os municípios da região receberam ontem um novo lote de imunizantes contra a Covid-19, contendo doses para vacinação de adolescentes de 16 e 17 anos com comorbidades, segundo informação do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat).

No total são 21.618 doses, sendo 7.698 de Pfizer para iniciar a vacinação deste público, e o restante, 13.920 doses de CoronaVac, para completar a grade dos jovens de 18 a 24 anos. Para ambos os grupos, as vacinas serão aplicadas como primeira dose. Este é o 47º lote de imunizantes recebido na região, totalizando 2.963.930 doses.

Deixe uma resposta

Comentários