Regulariza MEI atrai cerca de 150 microempreendedores

Emori, Bastianelli e Cunha acompanharam o trabalho
Emori, Bastianelli e Cunha acompanharam o trabalho - FOTO: Divulgação/PMMC

Mogi - Realizado ontem por meio de uma parceria entre a Prefeitura e o Sebrae, o Regulariza MEI atraiu cerca de 150 microempreendedores, que foram atendidos de forma presencial no saguão da administração municipal. O horário inicial de atendimento seria das 9 às 17 horas, mas, por conta do grande movimento, o trabalho foi prorrogado em mais uma hora.

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento, por causa do movimento intenso existe a possibilidade de o Regulariza MEI ser realizado novamente na semana que vem. A estimativa é de que 30% a 40% dos microempreendedores estejam com pendências, o que ajuda a explicar o movimento intenso registrado ontem. A avaliação é do titular da Pasta, Gabriel Bastianelli, que foi acompanhado no evento do prefeito mogiano, Caio Cunha (Pode), e do vereador Vitor Emori (PL).

O Regulariza MEI permite que os empresários tirem suas dúvidas sobre assuntos como abertura, baixa, alteração, parcelamento dos débitos em atraso, declaração anual e guias de pagamento.

O governo federal definiu o prazo até o final do mês para que a regularização seja feita. Com isso, a partir de setembro os inadimplentes poderão ter os CNPJs cancelados. As dívidas continuarão sendo cobradas e os proprietários correm o risco de ser negativados.

Mogi possui cerca de 12 mil MEIs cadastrados, com Cadastro de Contribuinte Mobiliário (CCM). Para dar suporte a estes profissionais, a Prefeitura mantém a Sala do Empreendedor, que faz o atendimento a quem já atua no município e reúne todos os órgãos ligados ao processo de abertura de empresa, como Jucesp, Cadastro de Contribuintes Mobiliários (CCM) e consulta de viabilidade técnica do uso e ocupação do terreno.

Deixe uma resposta

Comentários