Oficina de artesanato tem início no Mercadão

Itens produzidos serão comercializados no Mercadão
Itens produzidos serão comercializados no Mercadão - FOTO: Divulgação/PMMC

Mogi- A partir da parceria entre as Secretarias Municipais de Assistência Social e Agricultura, mais o Fundo Social, a Prefeitura lançou ontem mais uma frente do programa Conduz, destinado à geração de emprego e renda a públicos vulneráveis. Trata-se de um curso de artesanato, que será oferecido para uma turma de pessoas em situação de rua, em três boxes do Mercado Municipal.

A ideia é que os alunos do curso aprendam e aperfeiçoem técnicas, como um primeiro passo para a superação de situação de rua, bem como confeccionem itens com a marca de Mogi das Cruzes. Em um segundo momento, esses itens serão comercializados, também no Mercadão. Dessa forma, o tradicional centro de compras terá um ponto de venda de artigos que remetem e valorizam a cidade, ao mesmo tempo em que é desenvolvido o trabalho de incubação social com pessoas fragilizadas socialmente.

As aulas acontecerão todas as terças e sextas-feiras, em dois horários das 8 às 10 horas e das 10 horas ao meio-dia e cinco meses de duração. A princípio, trata-se de um grupo de 24 alunos, divididos em duas turmas, provenientes de três unidades de acolhimento institucional da cidade. Porém, o trabalho como um todo deve englobar um ano e meio de acompanhamento, com apoio também do Sebrae, além da própria Prefeitura, com o intuito de que os participantes ganhem autonomia e novas perspectivas de vida.

É a primeira vez que algo assim é realizado e, para que esse tipo de projeto aconteça, é preciso que alguém tome à frente", destacou a presidente do Fundo Social de Mogi das Cruzes, Simone Margenet Cunha.