Comitê e comerciantes firmam diálogo permanente

Prefeitura quer garantir retorno seguro das atividades
Prefeitura quer garantir retorno seguro das atividades - FOTO: Divulgação/PMMC

Com o fim das restrições no comércio, autorizada pelo governo do Estado na terça-feira passada, estabelecimentos comerciais e de serviços de todos os setores econômicos não terão mais limite de horário e nem de capacidade de ocupação de público. Há apenas a recomendação para que aglomerações sejam evitadas e o uso da máscara continua obrigatório.

A Prefeitura de Mogi das Cruzes, por meio do Comitê de Retomada Econômica, acompanha o processo para garantir que o retorno às atividades normais seja seguro e ao mesmo tempo consiga impulsionar as vendas.

"A Prefeitura manteve um diálogo permanente com os comerciantes, ouvindo sugestões e buscando sempre equilibrar a segurança sanitária e a necessidade de manutenção dos negócios. Foi uma caminhada difícil, mas que teve excelentes resultados e iniciativas pioneiras como o Auxílio Emergencial Mogiano, que injetou recursos na economia da cidade de forma inédita. Vamos manter esse canal de participação aberto e faremos reuniões com os setores econômicos, para avaliar cada passo dessa nova fase de retomada", afirmou a vice-prefeita Priscila Yamagami Kähler, que também coordena o Comitê de Retomada Econômica.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Gabriel Bastianelli, manteve contato durante toda a pandemia com representantes da Prefeitura, da Associação Comercial de Mogi das Cruzes (ACMC), do Sindicato do Comércio Varejista de Mogi das Cruzes e Região (Sincomércio), da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e do Mogi Shopping. Nos encontros, a administração municipal apresentou seus projetos e os comerciantes encaminharam suas demandas. Com base nestas informações, foram definidas ações conjuntas.