Controladoria e Bombeiros se reúnem em Suzano

Suzano - A preocupação com o tempo seco e os riscos de queimadas neste período do ano motivou uma reunião especial entre a Controladoria Geral do Município, a Defesa Civil, o setor de Fiscalização de Posturas, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e o Corpo de Bombeiros em Suzano. O grupo se reuniu nesta semana para traçar estratégias e um protocolo de conscientização e prevenção sobre o tema. A expectativa é de que o trabalho seja capaz de reduzir as incidências, por meio da identificação dos casos e da devida autuação dos envolvidos.

De acordo com o controlador do município, Sadao Sakai, a ação conjunta visa a criação de uma verdadeira rede de prevenção e combate às queimadas na cidade. "Nos reunimos com quem realmente entende do assunto e trabalha a questão na prática. A Ouvidoria Geral frequentemente acolhe demandas relacionadas ao tema, então nosso objetivo é orientar o munícipe da melhor maneira possível, além de atuar firmemente na fiscalização e autuação das ocorrências em parceria com a Defesa Civil, o setor de Posturas e o Meio Ambiente", explicou.

Além de Sakai, o encontro no Corpo de Bombeiros contou com a presença do assessor estratégico da pasta, César Braga. A reunião ainda foi acompanhada pela diretora técnica de Meio Ambiente, Solange Wuo, pelo diretor e coordenador da Defesa Civil, Antonio Wenzler e Iraquitan Brito Fernandes, além da agente fiscal de posturas, Juliana Itto.

Contenção

O grupo pode conhecer de perto os trabalhos desempenhados pelo capitão Lucas Miatello e pelo tenente Marcos Vinícius Carbonel frente à temática. "As queimadas podem acontecer por causas naturais, mas a grande maioria dos casos provém da ação humana. Entre os principais vilões estão as bitucas de cigarros e a perpetuação de técnicas de limpeza de pasto sem os devidos cuidados, além de fogueiras e a soltura de balões, que é proibida, entre outros fatores de risco neste tempo seco", detalhou o capitão.

Os episódios podem ser evitados conforme o trabalho de conscientização e prevenção às queimadas. Pequenas ações podem ajudar, como manter a capinação de áreas próximas à residência, não queimar lixo e outros materiais, regar vegetações e descartar resíduos no lugar correto. Em casos de incêndios, o Corpo de Bombeiros pode ser acionado pelo
telefone 193.