Alto Tietê reforça pedido para população tomar segunda dose

Região - Preocupa o dado divulgado essa semana pela Câmara Técnica de Saúde do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat): 20% a 30% das pessoas que vivem na região não tomaram a segunda dose da vacina da Covid-19 e, consequentemente, estão com proteção reduzida contra a doença.

Esquecimento e reações adversas na primeira dose estão entre as principais causas da "falta" no retorno para a segunda dose nas unidades de saúde. Mas os representantes das secretarias municipais de Saúde alertam para os riscos da imunização pela metade e fazem um apelo para que a população complete o esquema vacinal.

"Tomar as duas doses de vacina é essencial para a eficácia da imunização contra as formas graves da doença, principalmente neste momento, de enfrentamento das novas variantes", ressaltou Adriana Martins, coordenadora da Câmara Técnica de Saúde. "Nossas cidades têm vacinas para esse público da segunda dose e fazemos um apelo para que as pessoas procurem pela imunização", acrescentou.

Mogi das Cruzes abriu ontem agendamento para vacinação contra a Covid-19 para um novo grupo prioritário: os adolescentes de 12 a 17 anos com comorbidades, deficiências graves, gestantes e puérperas. As vagas serão disponibilizadas no www.cliquevacina.com.br .

Os adolescentes com comorbidades ou deficiências graves precisam apresentar laudo ou receita médica que comprove a condição, enquanto gestantes e puérperas devem comparecer munidas de carteira de gestante (se a gravidez não for visível) e/ou certidão de nascimento do bebê.

Outros documentos necessários para vacinação dos adolescentes 12 a 17 anos são: RG do adolescente, CPF (se não tiverem, apresentar cartão SUS) e comprovante de endereço.

Caso vá ao local de vacinação sozinho, o menor de 18 anos deverá levar o termo de consentimento preenchido e assinado pelos pais ou responsáveis. O documento está disponível o portal da prefeitura (www.mogidascruzes.sp.gov.br).

Mortes

Os municípios do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) registraram 15 óbitos nas últimas 24 horas, totalizando 5.247 vítimas fatais da pandemia do coronavírus na região. As 15 vítimas eram residentes nos municípios de Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá e Suzano.