Prefeituras debatem os efeitos da pandemia em todo Alto Tietê

Iniciativa tem como foco os anos iniciais do ensino fundamental da rede municipal
Iniciativa tem como foco os anos iniciais do ensino fundamental da rede municipal - FOTO: Divulgação/PMMC

Região- Tem início na próxima semana, no dia 2 de setembro, a segunda edição do Fórum Internacional de Educação dos Municípios do Alto Tietê, um evento totalmente online voltado especialmente aos educadores da região, mas aberto a todo o público. O Fórum é uma iniciativa das secretarias municipais de Educação das cidades que integram o Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat), e que no ano passado alcançou a expressiva marca de mais de 22 mil pessoas em todo Brasil.

Tendo como foco os anos iniciais do ensino fundamental e os desafios e perspectivas impostos pelos tempos de pandemia da Covid-19, o Fórum traz uma oportunidade de alta relevância aos 7.500 profissionais de educação do ensino fundamental das redes públicas municipais, que atendem diariamente cerca de 155 mil crianças somente nessa faixa escolar. Esses profissionais já foram previamente inscritos pelas secretarias e, por sua participação, poderão receber certificados.

Em cinco encontros que ocorrerão durante todo o mês de setembro, o evento contará com a participação de importantes nomes da educação do Brasil e do exterior. Serão cinco sessões online, sempre às quintas-feiras das 18 às 21 horas.

As palestras e debates discutirão as consequências da paralisação das atividades escolares, do isolamento social de crianças e professores, mas também os cuidados para a saúde e a garantia dos direitos educacionais de alunos, profissionais e das famílias na retomada das atividades.

Na sessão de abertura, em 2 de setembro, as palestras serão conferidas pela professora Fernanda Leopoldina Parente Viana, doutora em psicologia da educação pela Universidade do Minho, que fará sua participação diretamente de Portugal, e pela professora Magda Soares, doutora em educação pela UFMG, detentora de um prêmio Jabuti com um trabalho sobre alfabetização infantil. Além dos palestrantes, também estarão ativamente presentes nos debates os secretários de Educação e professores dos 12 municípios organizadores.

O Fórum tem o apoio da Unesco, Undime, Itaú Social, Fundação Santillana, Fundação SM e Oficina Municipal, a maior parte delas, entidades que apoiam o projeto já desde sua primeira edição, e a organização executiva pelo Instituto Brasileiro de Sociologia Aplicada (IBSA).

Espaço virtual

Um espaço virtual especialmente criado para o Fórum publica as experiências dos educadores da região e uma seleção atualizada de documentos e materiais de apoio relativos aos impactos da pandemia do coronavírus sobre a educação das crianças. Nele se encontram também todas as informações sobre o evento como a programação, as biografias de seus palestrantes e dados estatísticos detalhados sobre diversos aspectos dos municípios da região.

As sessões poderão ser acompanhadas por educadores de todo Brasil e do exterior em transmissão aberta em tempo real via YouTube no canal Fórum Educação Alto Tietê.