Prefeituras aguardam Estado sobre aplicação da terceira dose

Anúncio da aplicação de reforço foi confirmada anteontem pelo governo do Estado
Anúncio da aplicação de reforço foi confirmada anteontem pelo governo do Estado - FOTO: Wanderley Costa/Secop Suzano

Alto Tietê - Um levantamento feito pela reportagem junto às secretarias de Saúde de seis cidades do Alto Tietê demonstrou que, até ontem, a Secretaria de Estado da Saúde ainda não havia passado detalhes sobre como funcionará o processo de vacinação da dose de reforço para maiores de 60 anos a partir da segunda semana de setembro.

O anúncio foi feito pelo governo do Estado anteontem, quando o governador João Doria (PSDB) informou que 900 mil paulistas com mais de 60 anos poderão receber, a partir do dia 6 de setembro, a terceira dose. A medida será voltada para quem recebeu a segunda dose há pelo menos seis meses.

A Pasta da Saúde de Suzano declarou que a estratégia de vacinação na Cidade das Flores será definida após a Prefeitura receber orientações por parte do Palácio dos Bandeirantes. Na cidade, 35.041 pessoas receberam as duas doses da vacina contra a Covid-19, e 61 receberam a dose única. A expectativa é de que 35,1 mil pessoas passem pelos postos de imunização para receber a terceira dose.

A Prefeitura de Mogi das Cruzes informou, por meio de nota, que a cidade já conta com uma estrutura dedicada para a vacinação contra a Covid-19. Até 25 de agosto, 61.381 pessoas com mais de 60 anos já tinham sido imunizadas completamente com duas doses, mais 107 moradores com dose única. "Segundo estimativa do DataSUS/MS, Mogi das Cruzes conta com 64.476 pessoas no público-alvo da nova campanha", esclareceu.

Itaquaquecetuba também aguarda o documento técnico da Secretaria de Estado da Saúde para avaliar se haverá necessidade de montar uma nova estratégia para a terceira dose da vacina ou se seguirá com a estrutura atual. O município vacinou durante a primeira etapa do plano de imunização 31.570 pessoas com mais de 60 anos com as duas doses da vacina e espera que 32 mil pessoas venham para a dose de reforço.

Na cidade de Poá, a expectativa é de que 16 mil pessoas recebam a dose de reforço da vacina, sendo que 14.302 receberam as duas doses durante a primeira etapa de vacinação, no primeiro semestre deste ano. "A Prefeitura manterá as mesmas estratégias já existentes", informou em nota.

Duas cidades da região informaram que não receberam notas, solicitação ou comunicado oficial por parte do Estado sobre o tema: Guararema e Ferraz de Vasconcelos. Ambas também não informaram em detalhes seus números detalhados de vacinação para a população acima de 60 anos, ou estimativas para população a ser vacinada.

Com base nos dados oferecidos pela Fundação Seade, vinculada ao governo do Estado, Ferraz de Vasconcelos possui aproximadamente 22.112 pessoas com mais de 60 anos, enquanto que Guararema possui uma população de 4.305 moradores nesta faixa etária.

Deixe uma resposta

Comentários