Protocolos sanitários são assegurados pela brigada

Higienização já faz parte da rotina na entrada da creche
Higienização já faz parte da rotina na entrada da creche - FOTO: Divulgação/PMMC

Para as crianças do CEIM Prof. Reynaldo Batalha, no Jardim São Pedro, a aferição da temperatura na entrada da creche e a higienização das mãos e das mochilas já faz parte da rotina. Esta adaptação aos protocolos sanitários nas creches municipais e subvencionadas na retomada gradual das atividades presenciais se deve ao trabalho da Brigada da Pandemia na Escola, grupo de profissionais das unidades escolares da rede municipal de ensino de Mogi das Cruzes, que tem feito a diferença para um retorno seguro de alunos e profissionais.

A Auxiliar de Desenvolvimento Infantil (ADI), Glauciane Oliveira Santos, que faz parte da Brigada na creche conta como tem sido o dia a dia dos alunos. "Os protocolos fazem parte da rotina da creche e as crianças já se adaptaram. Muitas delas já nos dão a mochila e as mãos para higienizar. Aferimos a temperatura na entrada e pronto, já sentimos segurança para dar início à nossa rotina".

Integrante da Brigada no CEIM Sebastião da Silva, no Jardim Layr, Luiz Antonio de Carvalho Silva, auxiliar de serviços gerais, ressaltou a importância dos cuidados e do trabalho da brigada. "É muito importante porque assim os protocolos são seguidos, evitando a contaminação". A creche atende 79 alunos do berçário ao Infantil II. Todas as escolas municipais e creches contam com uma brigada.

A Brigada é formada por um agente monitor para acompanhar e garantir o cumprimento do Protocolo Sanitário, um ponto focal interno com a função de orientar os profissionais das escolas e os alunos quanto aos protocolos e as medidas necessárias de isolamento, quando identificados casos de Covid-19 e um ponto focal externo, que deve se comunicar com as famílias e reportar ações aos equipamentos da Saúde.