Projeto de fusão de secretarias ainda não foi enviado à Câmara

Prefeito Caio Cunha disse em entrevisa que reforma no secretariado municipal não criará nenhuma Pasta
Prefeito Caio Cunha disse em entrevisa que reforma no secretariado municipal não criará nenhuma Pasta - FOTO: Emanuel Aquilera

Mogi - A Prefeitura ainda não confirmou o envio do projeto de Lei que reorganiza a estrutura dos servidores públicos municipais para a criação das secretarias municipais de Transparência e Comunicação e da Secretaria de Desenvolvimento Estratégico e Gestão.

Um dos compromissos do atual prefeito Caio Cunha (Pode) na campanha eleitoral de 2020, a futura Pasta de Transparência e Comunicação tem como objetivo dar maior visibilidade aos atos da gestão pública, por meio da internet e por outros meios de comunicação.

Nas palavras do prefeito, durante evento com jornalistas no início da semana, a nova Pasta surgiria do fechamento da Secretaria de Gabinete, que passaria a ter uma estrutura interna sem o poder de uma secretaria municipal, e receberia alocações de cargos de outras Pastas que não se encontram ocupados no momento.

Outra secretaria que foi prometida pelo prefeito de Mogi das cruzes é a de Desenvolvimento Estratégico e Gestão, que teria como objetivo estabelecer o programa de obras de infraestrutura. Sua atuação seria semelhante à da Unidade de Planejamento e Assuntos Estratégicos (Upae), vinculada ao gabinete da Prefeitura de Suzano.

A criação da Pasta de Desenvolvimento Estratégico e Gestão seria viabilizada com a fusão de duas secretarias já existentes em uma: a Secretaria Municipal de Obras e a de Serviços Urbanos, que passaria a ser a Secretaria de Infraestrutura Urbana.

Na ocasião, o prefeito alertou que a criação de tais secretarias é uma ação complexa, que envolve uma série de leis complementares e a definição das transferências de cargos: "Nós não estamos criando nenhum cargo novo, apenas ajustando. A Procuradoria já elaborou uma minuta do projeto, e vamos apresentar nesta semana", ressaltou Cunha.

Questionada pela reportagem, a Prefeitura de Mogi das Cruzes informou por meio de nota que o projeto ainda não foi enviado para a Casa de Leis para apreciação e votação por parte dos vereadores.

Deixe uma resposta

Comentários