Cultura e Sebrae realizam Oficina de Planejamento

Mogi- A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), está lançando a Oficina de Planejamento e Inovação. Trata-se de uma ação voltada para a construção de projetos, que visa trazer aos produtores culturais do município ferramentas de inovação e modelagem disponibilizadas pelo Sebrae, voltadas para o universo da cultura. A iniciativa é aberta, porém tem como público-alvo produtoras e produtores culturais.

A primeira reunião será presencial, no Polo Digital de Mogi das Cruzes, no dia 11 de setembro, das 9 às 13 horas. São 25 vagas no total. A ação é também solidária, pois a reserva de vagas se dará mediante a doação de um pacote de absorvente ou de um quilo de alimento não perecível, que serão entregues ao Fundo Social de Mogi das Cruzes e, depois, distribuídos entre pessoas em situação de vulnerabilidade, a partir de instituições sociais cadastradas.

A proposta é utilizar as ferramentas de modelagem de negócios e inovação, de forma a potencializar a construção e apresentação de projetos culturais. No primeiro encontro, será feito um brainstorming, para identificar as principais demandas dos participantes e também serão definidos datas e horários de ações futuras, a serem realizadas de forma online.

As inscrições serão via formulário e já estão abertas.

Inscreva-se

A ideia, nesse primeiro encontro, é dialogar a respeito das principais dificuldades enfrentadas por quem atua com a elaboração dos projetos e a partir disso, fazer um mapeamento dos principais pontos a serem desenvolvidos. A proposta é utilizar ferramentas inovadoras e estruturas de planejamento, passíveis de uso em qualquer tipo de negócios, para enriquecer a construção e apresentação de projetos.

O projeto faz parte do Plano de Desenvolvimento Local (PDL), que prevê uma série de ações adotadas em parceria e com a participação de entidades representativas dos setores econômicos da cidade, que abrangem eixos importantes para o desenvolvimento do município, com impacto positivo para os empreendedores e para a população em geral.

O PDL tem como objetivos principais elevar a competitividade de micro e pequenas empresas e empreendedores, elevar o faturamento e reduzir os custos dos pequenos negócios, impactar positivamente na geração de postos formais de trabalho no município e na formalização de empreendedores no município, contribuindo para a cadeia produtiva.