Estudantes participam de oficina na Escola Ambiental

Oficina foi ministrada por três professoras da Pasta
Oficina foi ministrada por três professoras da Pasta - FOTO: Divulgação/PMMC

Mogi- A Escola Ambiental da Secretaria de Educação recebeu, ontem, o primeiro grupo de alunos após a suspensão das atividades presenciais devido à pandemia da Covid-19. Alunos do 4º ano do ensino fundamental do Cempre Prof. José Limongi Sobrinho, no Botujuru, participaram da oficina "O que os chás nos contam". A atividade faz parte da programação em comemoração ao aniversário de Mogi das Cruzes.

Os estudantes conheceram a história do chá, desde a sua origem na China, até os dias atuais, reconhecido pelos seus diferentes sabores e sua história. A oficina é um convite à sensorialidade e à memória afetiva relacionada ao tato, ao olfato, à visão e ao paladar em diferentes ervas aromáticas. "Achei bem legal aprender assim em um espaço livre. Não sabia que o chá tinha essa origem. Foi bem interessante", disse Samuel Portugal dos Santos, de 10 anos.

A oficina foi ministrada pelas professoras Angélica Lucas Bezerra, Cintia Oliveira e Alessandra Aparecida Machado, que integram a equipe do Departamento Pedagógico da Pasta. Além dos chás, os alunos visitaram os ambientes da Escola Ambiental, como o viveiro de mudas e o laboratório. Foram formadas três turmas e a programação contou com a história dos chás, identificação das ervas e colheita, a produção de sachê personalizado e degustação.

As próximas oficinas serão "Cores e sentidos, tintas naturais", que será realizada na próxima segunda-feira, das 10 ao meio dia e "Natureza da nossa cidade", no dia 29 de setembro, das 13 às 15 horas. Inaugurada em 2006, a Escola Ambiental é um centro de educação que desenvolve ações com o objetivo de difundir valores e atitudes na perspectiva da sustentabilidade