Vereadores começam a discutir a proposta da Ficha Limpa

Parlamento também debate projeto que obriga a socorrer animais atropelados
Parlamento também debate projeto que obriga a socorrer animais atropelados - FOTO: Divulgação/CMMC

A Câmara encaminhou na tarde de ontem o projeto de emenda à Lei Orgânica que institui a Ficha Limpa Municipal, que estabelece regras para a proibição de contratação de servidores públicos em cargo de comissão com condenações na Justiça, e institui quarentena de quatro anos após o cumprimento da sentença para pessoas já condenadas.

O vereadores também encaminharam para avaliação das comissões o projeto de Lei que obriga o socorro a animais atropelados no município, de autoria dos vereadores Fernanda Moreno (MDB) e Maurino José da Silva (Pode), o Policial Maurino; da criação da Semana Paulo Freire de Conscientização da Educação Popular, por Inês Paz (PSOL); da demarcação de pontos de embarque e desembarque para carros de aplicativo, pelos vereadores Mauro Yokoyama (PL), o Mauro do Salão, Edson Santos e Milton de Assis Lima (PSD), o Bigêmeos; e o projeto de Lei que autoriza o Serviço Municipal de Águas e Esgoto (Semae) a criar plano de composição e recuperação da mata ciliar, por todos os vereadores.

A Casa de Leis de Mogi também avaliará o projeto de Resolução de uma nova Comissão Especial de Vereadores (CEV), a pedido do vereador José Luiz Furtado (PSDB), o Zé Luiz.

Homenagem

A Câmara realizou na tarde de ontem a entrega do título de Cidadão Mogiano ao ex-comandante do Centro de Policiamento de Área Metropolitano 12 (CPA/M-12) da Polícia Militar do Estado de São Paulo, o coronel Wagner Tadeu Silva Prado, por seus serviços prestados à comunidade.

A homenagem foi uma iniciativa dos vereadores Edson Santos (PSD) e Mauro de Assis Margarido (PSDB), o Maurinho do Despachante, que tiveram o intuito de entregar a honraria aprovada pelo plenário da Casa de Leis em 2020, poucas semanas antes da transferência do comandante.

O evento contou com a presença de autoridades da Segurança Pública do município e da região, como o secretário de Segurança de Mogi das Cruzes André Ikari, o delegado seccional de Polícia Civil Jair Barbosa Ortiz, o chefe do Estado Maior do Comando de Policiamento de Área Metropolitana, tenente-coronel PM Marlon Luiz de Souza da Silva, os comandantes dos 17º, 32º e 35º Batalhões de Polícia Militar Metropolitana (BPM/M), o comandante da Escola Superior de Soldados coronel PM Marco Antonio, além de outras autoridades civis e militares.

Em seu discurso de agradecimento, o coronel lembrou de alguns dos momentos durante sua trajetória no comando do CPA/M-12, como o atendimento às famílias das vítimas no massacre da Escola Estadual Raul Brasil, em março de 2019, onde descreveu como "o momento mais dramático de toda a minha carreira".

No final da sessão, a Câmara de Vereadores de Mogi das Cruzes também recebeu a visita dos atletas do União Futebol Clube de Mogi que, homenageados recentemente pela Casa pelos 108 anos de fundação do clube, presentearam os membros do Legislativo com camisetas do time principal de futebol, que hoje disputa o Campeonato Paulista da Série B.

Deixe uma resposta

Comentários