Saúde oferece tratamento voltado à saúde mental

Itaquá - A busca por tratamento psicológico ainda é um tabu, mas fazer terapia pode ajudar no processo de autoconhecimento e promover, entre outras coisas, qualidade de vida. Seis unidades realizam atendimento psicológico e por ocasião do Setembro Amarelo, a Prefeitura reforça quais são esses locais.

É possível procurar pela especialidade no Ambulatório de Saúde Mental (avenida Emancipação, 125) e no Centro de Especialidades (rua MMDC, 58), ambos no centro, e nas UBSs Jardim do Carmo (rua Jaú, 26 - Jardim do Carmo), Maragogipe (rua Paulistania, 95 - Maragogipe), Caiuby (estrada dos Índios, 1.125 - Caiuby) e Odete (rua Visconde de Taunay, 270 - Altos de Itaquá).

O agendamento na unidade de abrangência, das 7 às 17 horas. No dia do atendimento é necessário levar RG, cartão SUS, guia de referência/contrarreferência (se tiver) e filipeta de agendamento. "Cuidar da saúde mental é muito importante, assim como saber que não está sozinho. A nossa gestão abraça essa causa e estamos com nossas unidades à disposição", disse o prefeito Eduardo Boigues. (PP)

Já os atendimentos psiquiátricos são destinados aos pacientes acima de 16 anos e ocorrem no Ambulatório de Saúde Mental e nas UBSs Jardim do Carmo e Maragogipe mediante encaminhamento. Ademais, todas as unidades básicas e os serviços 24h (CS e UPA) acolhem pessoas com pensamentos suicidas. Casos de emergência psiquiátrica são encaminhados ao Hospital Santa Marcelina.

Entre agosto e setembro, o Ambulatório de Saúde Mental, inclusive, foi abastecido com 26 tipos de medicamentos. "O ambulatório está resgatando o seu atendimento, dando prioridade ao acolhimento e entendimento com relação às doenças, principalmente nesse período pós pandemia", explicou o secretário de Saúde, Edson Rodrigues.