Ocupação de leitos Covid segue abaixo dos 20%

Região -  A ocupação de leitos por coronavírus (Covid-19) nos hospitais municipais da região oscilou em duas das cinco cidades. O aumento na taxa de ocupação aconteceu principalmente em Mogi das Cruzes e Suzano.

A Secretaria de Saúde de Mogi revelou que 48 dos 320 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) contam com pacientes - uma taxa de 15%. Há cerca de uma semana, a taxa estava em 14,7%, com 47 vagas.

Já entre os leitos de Enfermaria, 60 de 962 vagas estão ocupadas (6,2%). No dia 14 de setembro, eram 38 pacientes.

Suzano informou que cinco dos 31 leitos de Enfermaria e semi-intensiva no Pronto-Socorro (PS) Municipal estão ocupados, em uma taxa de 16,1%, e que nenhuma das duas vagas de UTI para gestantes na Santa Casa de Misericórdia está sendo usada. Em 14 de setembro, a cidade não contava com internados.

Em queda, a Prefeitura de Poá informou que os dois leitos de Enfermaria e os dois leitos de emergência no Hospital Municipal Dr. Guido Guida estão livres, e que cinco pacientes seguem cadastrados na fila de espera da Central de Regulação de Oferta de Serviços de Saúde (Cross). Em relação à última apuração, o município tinha dois pacientes na Enfermaria.

Guararema também informou que nenhum paciente por Covid-19 está em leitos de enfermaria. No último levantamento, a cidade tinha dois pacientes internados.

A Secretaria de Estado informou que o Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos possui um dos 26 leitos de UTI ocupados (3,85%), sendo que na última semana eram sete pacientes. Já no setor de enfermaria, três das 26 vagas estão ocupadas (11,54%), sendo que antes eram quatro doentes internados. Até o fechamento da reportagem, Itaquaquecetuba não encaminhou os dados de ocupação. 

Deixe uma resposta

Comentários