Centro de Convivência do Idoso retoma projeto de horta suspensa

Desde a volta às aulas houve o plantio de 400 mudas
Desde a volta às aulas houve o plantio de 400 mudas - FOTO: Wanderley Costa/Secop Suzano

Suzano - Em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego e o intermédio do Departamento Municipal de Agricultura, o Centro de Convivência da Pessoa com Deficiência (CDC) retomou as atividades do projeto socioeducativo da horta suspensa e já beneficia mais de cem famílias e usuários da unidade a partir do cultivo de hortaliças.

Com o retorno das aulas presenciais desde o início de agosto, houve o replantio de 400 mudas de alface, rúcula, salsinha, cebolinha, coentro, entre outras. Durante o período de colheita, folhas e temperos são utilizados para as refeições no local e também distribuídos aos familiares dos alunos e servidores, possibilitando o consumo de alimentos sem uso de agrotóxicos ou elementos nocivos.

Além de contribuir com a alimentação da comunidade, a iniciativa ainda protagoniza uma vertente sócio-pedagógica com a interdisciplinaridade das atividades propostas durante os processos. O objetivo é oportunizar ao público atendido o contato com as técnicas de plantio e cuidados com uma horta, contribuindo para o lado educativo e terapêutico durante o manuseio da terra.

Conforme explicou a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Larissa Ashiuchi, o espaço é uma importante ferramenta de transformação social na cidade. "Antes de tudo, a horta suspensa é um projeto inclusivo e que preza pelo bem-estar dos 102 alunos, tornando-a ainda mais imprescindível. Eles conseguem estimular todas as suas habilidades cognitivas e assim recebem o atendimento completo que necessitam", destacou.

A estrutura foi construída em 2019 por participantes do curso de Construção Civil, oferecido pelo Serviço de Ação Social e Projetos Especiais (Saspe). Com a reutilização de telhas, foram construídos seis alicerces de cinco metros de comprimento. Pensando na acessibilidade, também foram instaladas rampas e uma horta com altura reduzida, dedicada a pessoas que utilizam andadores ou cadeiras de rodas.

O projeto conta com a participação de uma equipe de sete integrantes, entre voluntários, técnicos e engenheiros agrônomos, que fornecem todas as informações necessárias para a manutenção. As mudas são provenientes da união de esforços de diversas entidades, conforme explica Minoru Harada, diretor de Agricultura da Prefeitura de Suzano. "O cultivo de hortas existe desde 2018, e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico desempenha um importante papel de viabilizar recursos para manutenção do projeto. Outro apoio vem por meio de doações de institutos e órgãos públicos. Todos entendemos a magnitude da iniciativa e sua importância", finaliza.

O Centro de Convivência da Pessoa com Deficiência está localizado na avenida Antônio Marques Figueira, 2.222, na Vila Figueira. Para saber mais sobre as ações, basta entrar em contato pelo número 4743-2589.