Volta de Morrone depende de detalhes burocráticos

Mogi - O retorno de Zeno Morrone Jr. ao comando da Secretaria de Saúde depende de questões burocráticas envolvendo a Prefeitura. A expectativa é de que a oficialização venha a ocorrer entre esta e a próxima semana.

Morrone ficou afastado por aproximadamente cinco meses, desde o dia 15 de maio, quando foi anunciada sua exoneração devido a fatores burocráticos. Na ocasião, foi descoberta uma incompatibilidade entre o afastamento de Zeno Morrone da Polícia Científica do Estado de São Paulo, o que o impossibilitava de assumir a secretaria.

No início de outubro, o Diário Oficial do Estado de São Paulo publicou a aposentadoria de Morrone, tornando-o apto a reassumir o cargo que estava sendo ocupado de maneira interina por Andreia Godoi. Desde então, Morrone está se inteirando do andamento da secretaria, com o intuito de assumir plenamente quando ocorrer a nomeação.

Fontes ligadas à Prefeitura avaliam que a confirmação do retorno de Morrone para a Secretaria de Saúde deverá acontecer entre esta e a próxima semana. "Toda a documentação e os trâmites já foram iniciados, então o processo está avançado".

Zeno Morrone assumiu o comando da Pasta em abril, após a Prefeitura exonerar Henrique Naufel, que estava à frente dos trabalhos desde 2020, com o início da pandemia do coronavírus (Covid-19).

Naufel foi apontado pelo Ministério Público como responsável pela vacinação, de forma irregular, de profissionais da pasta da Saúde que não estavam ligados diretamente ao atendimento dos pacientes, ou pela gestão das unidades de saúde responsáveis pelo atendimento na
pandemia. (A.D.)

Deixe uma resposta

Comentários