Trabalho do Setor de Fonoaudiologia é destaque

Iniciativa recebeu
Iniciativa recebeu "Menção Honrosa" em Congresso - FOTO: Divulgação/PMMC

Mogi- O trabalho realizado pelo Setor de Fonoaudiologia do DOP/Pró-Escolar da Secretaria de Educação tem sido destaque em Encontros e Congressos da área. O Modelo de Resposta à Intervenção (RTI - do inglês "Response to Intervention"), que contou com a participação das 14 fonoaudiólogas do Departamento, tem chamado a atenção de especialistas e trazido resultados positivos para os estudantes.

O RTI é uma estratégia educacional utilizada como forma de se identificar e intervir precocemente com os estudantes de risco para os problemas de aprendizagem, promovendo intervenções baseadas em evidências científicas.

O projeto ocorre em vários níveis: inicia-se por meio de um rastreio (aplicação de um teste individual), onde se identifica as crianças de risco, seguido de uma intervenção coletiva em sala de aula, em que a fonoaudióloga atua como tutora instrucional. Em um segundo momento, são atendidos grupos menores que não responderam à primeira intervenção. O modelo finaliza com o atendimento individual.

A iniciativa recebeu a premiação "Menção Honrosa" no Congresso Nacional da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia (SBFa) de 2020 pelo Departamento de Fonoaudiologia Educacional e foi apresentado na edição deste ano como Highlight no formato online pela fonoaudióloga Denise Barreto. A profissional também apresentou o trabalho em uma mesa redonda no 3º Encontro Mineiro de Neuropsicologia Escolar, promovido pelo Departamento de Neuropsicologia do Desenvolvimento da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em abril.

A mesa contou com a participação da Profa. Dra. Simone Capellini, coordenadora da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Educacional e responsável por trazer o modelo do RTI para o Brasil.