Proclamação da República vai movimentar estradas da região

Somente na Mogi-Bertioga são esperados cerca de 62 mil veículo no feriado
Somente na Mogi-Bertioga são esperados cerca de 62 mil veículo no feriado - FOTO: Mogi News/Arquivo

Alto Tietê - O governo do Estado e as empresas concessionárias pelas principais rodovias que cortam o Alto Tietê se preparam para um novo fluxo de veículos em direção às praias e ao interior no feriado de Proclamação da República, que ocorre nesta segunda-feira. Na expectativa da Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp), 3,1 milhões de veículos deverão circular por todo o Estado.

No sistema Ayrton Senna/Carvalho Pinto (SP-70), que dá acesso para a Serra da Mantiqueira e para o litoral norte, são esperados mais de 850 mil carros em ambos os sentidos durante todo o feriado. Já na rodovia Mogi-Bertioga (SP-98), o fluxo estimado pelas autoridades é de 62 mil veículos em direção ao litoral paulista.

O Rodoanel Mário Covas (SP-21), segundo estimativas do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado (DER-SP), deverá contar com 148 mil veículos em seu trecho Leste, que poderão acessar as rodovias Anchieta (SP-150) Imigrantes (SP-160), rumo ao litoral sul. Segundo a CCR/Nova Dutra, empresa responsável pela rodovia Presidente Dutra (BR-116), mais de 900 mil veículos deverão seguir pela estrada nos dois sentidos no trecho paulista durante o feriado. A rodovia, que também corta o Alto Tietê, é um dos principais corredores viários do país e liga São Paulo ao Rio de Janeiro.

Com o intuito de garantir a segurança dos motoristas, a Artesp orienta que os motoristas evitem horários de maior movimento, como a manhã deste sábado (das 8 horas ao meio-dia) e na volta, entre meio-dia e 20 horas. Os motoristas também devem planejar antecipadamente seus trajetos e acompanhar em tempo real as condições das estradas, divulgadas pelas concessionárias, ou pelos painéis eletrônicos disponibilizados no trecho.

"Vamos reforçar a operação para garantir a segurança e o conforto dos que vão pegar a estrada", afirmou o secretário de Estado de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto. O DER-SP informou que as rodovias estaduais contarão, além de reforços operacionais e de fiscalização, com o uso de drones para apuração e tomadas de decisões pelas autoridades.

A CCR/Nova Dutra informou que até o final de outubro deste ano, foram registrados 21 acidentes relacionados à parada no acostamento e 182 atropelamentos, o que motiva a campanha pelo uso consciente da faixa de emergência pelos motoristas, e não como uma alternativa para escapar do trânsito.

Deixe uma resposta

Comentários