Consumidores devem ficar atentos a golpes e ofertas

Procon dá dicas para que a compra não se torne um pesadelo
Procon dá dicas para que a compra não se torne um pesadelo - FOTO: Divulgação/PMMC

Mogi - Ofertas com descontos promocionais em produtos e serviços já começaram a surgir, é o aquecimento para a Black Friday, que acontece no dia 26 de novembro, e a cada ano tem maior adesão do comércio brasileiro, especialmente eletrônico.

Para evitar que a desejada compra se torne um pesadelo, o Procon de Mogi das Cruzes dá algumas dicas para uma Black Friday mais segura.

Os consumidores devem desconfiar de preços muito abaixo do mercado, ofertas tentadoras enviadas por e-mail, SMS ou anunciada nas redes sociais, principalmente de lojas desconhecidas. A oportunidade de negócios atrai consumidores, mas também fraudadores e oportunistas. Antes de comprar consulte a reputação da empresa: pelo site da Fundação Procon/SP -"Evite esses sites", pelo www.consumidor.gov.br, ou pelo Reclame Aqui.

Entre as principais reclamações dos consumidores na Black Friday está a falta de cumprimento da oferta. O produto aparece com um preço, e na hora da conclusão da compra fica mais caro. Por isso é importante "printar" (copiar as telas), a cada etapa da compra, para ter direito de exigir o cumprimento da oferta.

Nas compras digitais, utilize computadores e celulares de uso pessoal para fazer a compra desejada. Verifique se a página apresenta segurança, o que pode ser indicado pelo antivírus que deve estar atualizado. Não efetive o negócio fora de plataformas específicas de pagamento, por exemplo, via Pix, pois essa tem sido uma das principais formas de aplicar golpes.

Para atendimento presencial, o agendamento é feito por meio do site da Prefeitura (http://agendamentopac.pmmc.com.br/). Reclamações remotas podem ser feitas pelo e-mail [email protected] Para esclarecer dúvidas ou obter informações,4798-5090.