Índices de crimes violentos crescem em outubro na região

Segundo a SSP-SP, foram 786 roubos registrados em outubro no Alto Tietê
Segundo a SSP-SP, foram 786 roubos registrados em outubro no Alto Tietê - FOTO: Mogi News/Arquivo

Região - O levantamento mensal dos números da violência e da produtividade policial no Alto Tietê, divulgado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-SP)na tarde de ontem, apontou que os números dos crimes violentos na região avançaram em relação ao mês de setembro. O aumento chega a até 80% nos casos de homicídio, na somatória regional.

No balanço dos casos de homicídios, o Alto Tietê saltou de cinco para nove casos de setembro para outubro, representando um aumento de 80%. Cinco cidades registraram assassinatos no mês passado: Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Poá e Suzano (com dois casos cada), além de Mogi das Cruzes (com um caso).

Já no levantamento de casos de violência sexual, de todas as faixas etárias, o crescimento foi de 5,12%, subindo de 39 para 41 ocorrências. Apenas a cidade de Guararema não registrou crimes deste tipo, sendo que as cidades de Itaquaquecetuba (11 casos), Suzano (nove casos), Mogi das Cruzes (sete casos) e Ferraz de Vasconcelos (quatro casos) foram as que tiveram a maior concentração.

Entre os roubos, a porcentagem foi de 14,07%, saltando de um total regional de 689 roubos para 786 nas dez cidades. A cidade com o maior número de casos é Itaquaquecetuba, que aumentou de 245 para 289, seguida de Suzano (de 135 para 148), Ferraz de Vasconcelos (de 111 para 138) e Mogi das Cruzes (81 para 84).

Atividade policial

Além do aumento nas estatísticas de crimes violentos, a Segurança Pública registrou uma queda no número de ocorrências de tráfico de entorpecentes e no número de prisões em flagrante.

As ocorrências de tráfico de entorpecentes caíram 16,6% na média regional, de 90 para 75 - houve um aumento na cidade de Itaquaquecetuba (24) e na cidade de Arujá (11), enquanto que houve queda nas cidades de Mogi das Cruzes (17) e Suzano (oito).

As prisões em flagrante caíram 11,97%, de 243 para 214, nas dez cidades. Dentre as quatro cidades com maiores ações estão Mogi das Cruzes (53 prisões), Suzano (45), Itaquaquecetuba (41) e Arujá (24).

Já o número de inquéritos policiais abertos pelas autoridades teve um aumento de 13,91%, indo de 812 para 925. Mogi é a líder com 263 processos; Suzano vem em segundo com 170, Itaquá em terceiro com 161 e Ferraz de Vasconcelos com 90.

Deixe uma resposta

Comentários