recursos

Câmara vota orçamento hoje em sessão extraordinária

Projeto prevê receita de R$ 1,1 bilhão para a administração municipal empregar em 2022

15/12/2021 às 05:30
Atualizada em 15/12/2021 às 05:30.
Ricardo Bittner/Câmara de Suzano

Ricardo Bittner/Câmara de Suzano

Suzano - Os vereadores fazem hoje uma sessão extraordinária, às 10 horas, para discutir e votar o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LOA), que estima a receita e fixa as despesas do município para o exercício de 2022. A propositura prevê uma receita de R$ 1.181.093.521,05 para a administração municipal.

A LOA é o documento que efetiva a realização de despesas públicas no ano seguinte, tendo como base o que foi definido no Plano Plurianual (PPA) e na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). O projeto recebeu 24 emendas e quatro subemendas dos parlamentares este ano. As emendas são instrumentos que permitem a participação dos vereadores na alocação de recursos públicos.

À tarde, a partir das 14 horas, os vereadores realizam a última sessão ordinária do ano. Estão na pauta a discussão e votação de cinco projetos.

O primeiro item a ser discutido e votado é o projeto de lei que institui no calendário oficial do município o Dia da Igreja Universal do Reino de Deus, a ser comemorado anualmente no dia 9 de julho. A propositura é de autoria do vereador Lazario Nazaré Pedro (Republicanos), o Lázaro de Jesus.

O segundo é a discussão e votação do projeto de lei que dispõe sobre a obrigatoriedade da divulgação do serviço de disque denúncia de violência, abuso e exploração sexual contra a mulher no âmbito municipal. A propositura é de autoria do parlamentar José de Oliveira Lima (PDT), o Zé Oliveira.

Em seguida, será discutido e votado o projeto de lei que autoriza o chefe do Executivo a implantar o Programa Família Acolhedora em Suzano, de autoria do vereador Lázaro de Jesus. De acordo com a propositura, o programa tem "por finalidade a guarda provisória de crianças e adolescentes por famílias residentes em Suzano, previamente cadastradas, avaliadas, capacitadas e habilitadas pelo serviço".

O quarto item da pauta é o projeto de lei complementar de autoria do vereador Leandro Alves de Faria (PL), o Leandrinho, que altera artigos do Código Tributário de Suzano. As mudanças dizem respeito ao prazo para o contribuinte comunicar à Prefeitura qualquer alteração de dados cadastrais ou término de atividades, a fim de obter baixa de sua inscrição, bem como a porcentagem da multa para quem não cumprir esta obrigação.

Por fim, será votado um projeto de resolução que disciplina a realização de audiências públicas da Câmara de Suzano, de autoria da Mesa Diretiva. A propositura prevê audiências públicas semestrais para as comissões permanentes (exceto às de Justiça e Redação e de Ética), e que as reuniões sejam agendadas sempre após as 17 horas, para promover maior participação popular.

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

Reclamações ou sugestões:

redacao@portalnews.com.br

Comercial e parcerias:

contato@portalnews.com.br

© 2021 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News de Comunicação

Desenvolvido por

Distribuído por