primeiro ano de mandato

Prefeito promete empenho em negociações do lixo e Santa Casa

Em balanço anual do governo, Caio Cunha destaca licitação da coleta de resíduos sólidos e o convênio do PS

André Diniz
15/12/2021 às 05:30
Atualizada em 15/12/2021 às 05:30.
Divulgação/PMMC

Divulgação/PMMC

Mogi - O prefeito Caio Cunha (Pode) afirmou na manhã de ontem que a administração municipal busca concluir até o final deste ano as negociações de dois temas que foram destaque nos últimos meses: a licitação para a nova empresa de coleta de lixo e o convênio com a Santa Casa de Misericórdia para a utilização do Pronto-Socorro a serviço da rede municipal.

As afirmações foram feitas durante a entrevista coletiva concedida aos veículos de imprensa regionais na manhã de ontem no Paço Municipal, quando foi feito o balanço das ações do governo no primeiro ano de mandato. Durante a conversa com os jornalistas, Caio Cunha falou sobre os desafios do governo durante a chamada "segunda onda" da Covid-19 no primeiro semestre, as ações nos bairros nas áreas de Saúde, Educação e Infraestrutura, das ações da Assistência Social e do envolvimento do município na luta contra o pedágio na rodovia Mogi-Dutra (SP-88) - processo que hoje se encontra paralisado.

Em relação às negociações da administração com a entidade provedora da Santa Casa, o prefeito informou que na segunda-feira passada enviou uma nova proposta para custeio dos serviços do Pronto-Socorro com o valor de R$ 2,2 milhões por mês, em contrapartida ao pedido da entidade de R$ 3,6 milhões no início do processo, em novembro. "Estamos nos pautando pela transparência do processo e, principalmente, nas contas que pedimos para ter acesso para saber quais são os verdadeiros gastos, uma vez que respondemos ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-SP). Entendemos que, caso o convênio esteja em risco, podemos dispor de alternativas", afirmou.

Sobre a situação do contrato emergencial com a empresa Peralta, que vence no mês de fevereiro de 2022, o prefeito reforçou que o município necessitou rever os parâmetros do projeto de Parceria Público-Privada (PPP) que estava em tramitação, no qual teria ocorrido a necessidade de mudanças devido à possibilidade de instalação de um aterro sanitário na cidade. "Este é um processo complexo, e fizemos mudanças para que fosse otimizado. Esta é nossa pauta prioritária, e tem um componente técnico bastante proeminente. O contrato acaba em 26 de fevereiro, mas trabalhamos junto com o Ministério Público e o Tribunal de Contas para que o resultado possa sair até o final do ano", afirmou o prefeito.

Questionado sobre o andamento da nova Maternidade Municipal que está sendo construída no distrito de Braz Cubas, o prefeito atualizou o andamento, afirmando que todas a parte de alvenaria está concluída, e que agora faltam os processos de aquisição de mobiliário, equipamentos e escolha da Organização Social (OS) que irá gerenciar o local. A previsão de entrega, segundo o chefe do Executivo, é até o final do primeiro trimestre do ano que vem - mesmo período em que deve ser entregue o Centro Integrado de Atenção À Saúde (Cias), no bairro do Rodeio.

Em relação à promessa de mudança no traçado da chamada Rotatória do Habib's, na avenida Francisco Rodrigues Filho, o prefeito reforçou que questões burocráticas envolvendo a empresa que fará a obra - o grupo que venceu a licitação para gerenciamento do Terminal Rodoviário - impediram o andamento do serviço. "Entendemos também que o início da obra neste momento, com o período de compras de fim de ano em uma área de ligação entre o centro e o distrito de Cezar de Souza, próximo ao shopping, vai ter reflexos no trânsito de veículos, e vamos dar andamento em um período em que não haja tanto impacto", concluiu Cunha.

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

Reclamações ou sugestões:

redacao@portalnews.com.br

Comercial e parcerias:

contato@portalnews.com.br

© 2021 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News de Comunicação

Desenvolvido por

Distribuído por