Também não tinha alvará

Bar é interditado após cliente matar e comer cobra no local

21/12/2021 às 05:30
Atualizada em 21/12/2021 às 05:30.

Suzano - A Prefeitura realizou ontem a interdição de um bar localizado no Parque Residencial Samambaia. A ação foi motivada por uma denúncia, após um vídeo viral que circulou na internet, em que um cidadão matou e ingeriu uma cobra em um estabelecimento sem alvará de funcionamento na região sul da cidade.

De acordo com o Departamento de Fiscalização e Posturas, a equipe recebeu um vídeo por meio das redes sociais de um munícipe consumindo uma cobra em um bar, a plena vista dos clientes do comércio. Com isso, profissionais do órgão decidiram vistoriar o local para investigar o acontecido, com apoio de uma viatura da Polícia Militar e outra da Guarda Civil Municipal (GCM).

Durante a verificação, foi constatado que o animal havia sido retirado do matagal, fato que motivou a verificação dos documentos necessários para o funcionamento do comércio. Porém, a responsável pelo local disse não possuir nenhum comprovante da legalidade, motivando a interdição do espaço.

Como resultado da publicação do vídeo nas redes sociais e a verificação das equipes de Segurança, o responsável por ingerir o animal silvestre e a dona do estabelecimento serão encaminhados às autoridades por crime ambiental. No vídeo em questão, o morador da região é registrado cortando o animal em pedaços na frente de outros indivíduos antes de digeri-lo, sendo acompanhado inclusive por membros da proprietária do local.

"Estamos sempre atentos às irregularidades nos estabelecimentos da cidade, independentemente dos motivos ou da forma como estas chegam para nós. Situações como a que vimos hoje fazem parte de nosso trabalho e devemos manter a vigilância constante para que locais como este bar operem dentro da regularidade ou deixem de funcionar", ressaltou o diretor de Fiscalização, Edson Tavares.

O secretário municipal do Meio Ambiente, André Chiang, também lamentou a ocorrência. "Esta é uma situação grave e inconsequente por parte do munícipe, não apenas em relação aos maus tratos e a morte de um animal, como também pelas possíveis consequências à sua saúde ao ingerir um animal desconhecido. Trabalhamos diariamente para evitar situações como essa através da conscientização e dos cuidados com nossa fauna local e esperamos que sejam tomadas as medidas cabíveis", afirmou.

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

Reclamações ou sugestões:

redacao@portalnews.com.br

Comercial e parcerias:

contato@portalnews.com.br

© 2021 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News de Comunicação

Desenvolvido por

Distribuído por