Cancelamento do pedágio

'Ganha a indústria e ganha a região', aponta o Ciesp

28/12/2021 às 05:30
Atualizada em 28/12/2021 às 05:30.

Região- A direção do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) Regional Alto Tietê avaliou a medida anunciada na quarta-feira passada pelo governador em exercício, Rodrigo Garcia. "A decisão do Estado de arquivar o projeto do pedágio da Rodovia Mogi-Dutra é uma vitória para a indústria da Região e toda a população". O Estado cancelou o processo de concessão do Lote Litoral, que incluía a Rodovia Mogi-Bertioga e a instalação de uma praça de pedágio na Rodovia Mogi-Dutra.

Segundo o Ciesp, o pedágio traria diversos impactos negativos para o distrito industrial do Taboão, uma importante área em Mogi das Cruzes que concentra diversas empresas e tem potencial para receber muitas outras, além de refletir nos custos de transporte da indústria regional, já que a Mogi-Dutra é uma das principais vias de escoamento.

"Um pedágio na Mogi-Dutra aumentaria os custos de produção, muitas indústrias deixariam a cidade e novos investimentos seriam afugentados. O arquivamento da proposta traz alívio para as indústrias e aumenta a confiança em toda Região", destacou o diretor da Ciesp, José Francisco Caseiro.

O dirigente destacou a união de representantes de diferentes setores na causa, assim como a mobilização de prefeitos, deputados estaduais e federais, imprensa, e a articulação junto ao Estado do atual presidente do Ciesp, Paulo Skaf, e do presidente eleito da entidade, Rafael Cervone, que toma posse em janeiro e teve a luta contra o pedágio como prioridade já na sua campanha.

"Esse resultado só foi possível com a união de todos. Ganha a indústria, ganha a Região", enfatizou Caseiro, que participou dos protestos que o movimento Pedágio Não realizou desde 2019, quando a proposta do pedágio surgiu.

Com o cancelamento da concessão, o Estado garantiu que fará investimentos próprios na melhoria da Rodovia Mogi-Bertioga.

Para a Associação Comercial de Mogi das Cruzes (ACMC) a decisão do governo do Estado de arquivar o projeto para implantação do pedágio na rodovia Mogi-Dutra é uma vitória para o comércio mogiano. A medida foi anunciada durante reunião com o prefeito de Mogi, Caio Cunha (Pode), autoridades, representantes do movimento Pedágio Não e deputados da Região, incluindo o vice-presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), deputado federal Marco Bertaiolli.

Desde que a proposta de implantação de uma praça de cobrança foi anunciada, ainda em 2019, a ACMC se manifestou contra o projeto. De lá para cá, a entidade apoiou e participou de diversas manifestações e ações .

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

Reclamações ou sugestões:

redacao@portalnews.com.br

Comercial e parcerias:

contato@portalnews.com.br

© 2021 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News de Comunicação

Desenvolvido por

Distribuído por