vítimas do trânsito

Em queda, Mogi tem o menor índice de mortes desde 2015

Os 30 óbitos registrados no ano passado são 33% mais baixos do que em 2015, quando Estado iniciou contagem

20/01/2022 às 05:30
Atualizada em 20/01/2022 às 05:30.
Arquivo/Mogi News

Arquivo/Mogi News

Mogi - O município registrou, em 2021, o menor número de mortes em acidentes de trânsito desde o início dos levantamentos do sistema Infosiga, em 2015. De acordo com os dados divulgados ontem pelo governo do Estado, ocorreram 30 óbitos nas vias municipais da cidade, que possuem jurisdição da Prefeitura, uma queda de 18,9% em comparação a 2020, quando o índice foi de 37 óbitos.

O número de 2021 é 11,7% mais baixo que o de 2019, até então o menor índice registrado. Comparado com anos anteriores, os óbitos em acidentes de trânsito no ano passado são 33,3% menores que em 2015, 37,5% menores que em 2016, 31,8% mais baixos que em 2017 e 30,2% menores que em 2018.

"Estes dados são muito positivos para Mogi das Cruzes, porque se refletem em vidas que são salvas. Foram registrados menos mortes, mesmo com o aumento da frota de veículos e do maior número de pessoas circulando nas ruas devido à evolução da situação sanitária da pandemia. A Prefeitura desenvolve um trabalho contínuo, que busca oferecer um trânsito cada vez mais seguro, harmônico e humano para os mogianos, atuando na prevenção e correção. O objetivo é a cada ano diminuir os números de acidentes e vítimas", destacou a secretária municipal de Mobilidade Urbana, Cristiane Ayres.

Ela lembrou ainda que, durante todo o ano, é adotado um trabalho integrado voltado à mobilidade e à segurança viária. "Somente em Educação para o Trânsito, cerca de 15 mil pessoas foram atendidas com campanhas, palestras e ações de conscientização. Este esforço está apresentando resultados no comportamento dos motoristas, motociclistas e pedestres, junto com as intervenções de sinalização, fiscalização e engenharia de tráfego, que completam os pilares das ações desenvolvidas", completou.

A queda no número de óbitos se torna mais significativa quando analisadas as características específicas do município. Mogi possui a maior frota de veículos e a maior malha viária do Alto Tietê. Além disso, a cidade é polo econômico regional, recebendo a circulação de pessoas de outros municípios que vêm acessar o comércio, os estabelecimentos de serviços, além de trabalhar e estudar.

Números gerais

Se levados em conta os números do Infosiga para todo o município - o que inclui as vias municipais e as rodovias estaduais - os dados também são positivos. Foram registrados 58 óbitos em acidentes de trânsito, 7,9% menos que em 2020. Como no caso das vias municipais, os dados gerais de 2021 também são os menores da série histórica: 21,6% mais baixo que 2015, 20,5% a menos que 2016, 13,4% mais baixo que 2017, 14,7% menos que 2018 e 9,4% mais baixo que em 2019.

A situação de Mogi vai em sentido oposto ao cenário do Estado como um todo. Em 2021, foram registrados 444 óbitos em rodovias, estradas, ruas e avenidas de São Paulo. O número foi 2,7% maior que no ano anterior.

 

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

Reclamações ou sugestões:

redacao@portalnews.com.br

Comercial e parcerias:

contato@portalnews.com.br

© 2021 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News de Comunicação

Desenvolvido por

Distribuído por