Finanças

UFMs sofrem reajuste para 2022 de acordo com inflação

Unidade Fiscal do Município é um parâmetro utilizado pela prefeitura para a cobrança de algumas taxas

André Diniz
25/01/2022 às 05:30
Atualizada em 25/01/2022 às 05:30.
Mauricio Sordilli/Secop Suzano

Mauricio Sordilli/Secop Suzano

Região - A Unidade Fiscal do Município (UFM) é um instrumento utilizado por prefeituras de todo o país para estabelecer uma base de cobrança para impostos e multas em caso de descumprimento às leis municipais. E, para este ano, algumas das cidades do Alto Tietê reajustaram este parâmetro em 10,6% na média.

A Prefeitura de Mogi das Cruzes informou que o valor da Unidade Fiscal do Município passou de R$ 187,51 em 2021 para R$ 207,65 neste ano - uma variação de 10,67%. Segundo a administração municipal, o reajuste seguiu apenas o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), conforme previsto na lei. "Assim como a Ufesp que é estadual, e a Ufir que é federal, a UFM é apenas um parâmetro para cobrança de taxas e multas, não estando diretamente ligado aos impostos, nem entra como base de cálculo de tributos", explicou a Secretaria de Finanças, que espera uma arrecadação de R$ 402 milhões em impostos municipais para a Lei Orçamentária Anual (LOA) 2022.

Em Suzano, o valor da Unidade Fiscal aumentou de R$ 3,699 no ano passado para R$ 4,093 neste ano, com um reajuste de 10,67% seguindo o IPCA entre novembro de 2020 e outubro de 2021. Segundo a Pasta de Planejamento e Finanças, a UFM apenas realiza a correção monetária dos preços públicos sem influenciar diretamente a cobrança do IPTU, e o município espera uma arrecadação de impostos municipais de R$ 271,8 milhões neste ano.

Itaquaquecetuba informou que a cidade não trabalha com uma Unidade Fiscal Municipal, e que os valores são cobrados com base no IPCA, com reajuste de 10,67%. Segundo a administração municipal, a previsão de arrecadação de impostos municipais está em R$ 152,5 milhões para este ano.

Em Poá, o valor da UFM aumentou de R$ 3,26 para R$ 3,61 de 2021 para 2022, e teria seguido a correção do índice da inflação nos últimos 12 meses, segundo a prefeitura. "Não houve aumento no IPTU, apenas a correção monetária pelo índice da inflação. O impacto com o novo valor da UFM é na ordem de 0,35%", explicou o Executivo municipal, que espera uma arrecadação de R$ 77,8 milhões em impostos municipais.

A Prefeitura de Guararema declarou que a UFM para este ano é de R$ 82,37, sendo que no ano passado estava em R$ 74,38 - um aumento de 10,74%, com base na inflação do IPCA entre dezembro de 2020 e novembro de 2021. "O valor do IPTU é reajustado pelo mesmo índice, e esperamos uma arrecadação de impostos e taxas municipais para 2022 na LOA de R$48 milhões", disse em nota.

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

Reclamações ou sugestões:

redacao@portalnews.com.br

Comercial e parcerias:

contato@portalnews.com.br

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News

Desenvolvido por

Distribuído por