Ferrovia

Passarela pode tomar lugar de passagem de nível em estação

Estudo para implantação ainda será discutida durante uma reunião com representantes da CPTM e Damasio

André Diniz
24/02/2022 às 05:30
Atualizada em 24/02/2022 às 05:30.
André Diniz

Ontem foi assinada ordem de serviço para construção de banheiros em Braz Cubas - FOTO: André Diniz

Mogi - Membros da direção da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), acompanhados do deputado estadual Marcos Damásio (PL) e de lideranças locais, assinaram na manhã de ontem a ordem para a construção dos novos banheiros na estação Braz Cubas, na Linha 11-Coral. Os diretores ressaltaram os investimentos em segurança na linha e trataram de temas sensíveis à comunidade local.

Na ocasião, questionado sobre o caso do fechamento da passagem de nível para pedestres na avenida Deodato Wertheimer, no centro, o diretor de Engenharia e Obras da CPTM, Marcelo Machado, explicou que o fechamento anunciado no final do ano passado, e que foi alvo de judicialização por parte da Prefeitura, foi necessário para reduzir o intervalo entre composições e aumentar a oferta de trens. "O deputado Damásio marcou uma audiência com o presidente da CPTM, e vamos buscar estudos para ver a viabilidade de uma passarela no local", apontou Machado.

O diretor explicou que a companhia está acompanhando o processo de licitação para parceria público-privada (PPP) para as estações Jundiapeba, Mogi das Cruzes e Estudantes e que terá uma audiência pública programada para 21 de março. "A abertura dos envelopes está prevista para acontecer no primeiro semestre", apontou Machado, que representou Pedro Moro, presidente da CPTM.

Sobre os recentes casos de falhas na rede da CPTM na grande São Paulo, sendo o mais recente na madrugada de ontem na Linha 7-Rubi e Linha 10-Turquesa, Machado informou que o evento de hoje foi causado pelo roubo de cabos elétricos que alimentam as composições, e que a empresa vem melhorando o processo de manutenção tanto em casos emergências quanto em medidas preventivas. "Estamos fazendo na Linha 10 todo o processo de sinalização e segurança para redução do intervalo dos trens, bem como na Linha 11".

Sobre a possibilidade de reajuste na tarifa do trem metropolitano, tanto Marcelo Machado quanto os demais representantes da CPTM informaram que não há nenhuma movimentação em direção a um reajuste, e que o tema seria tratado apenas entre o governador João Dória e a presidência da companhia de trens.

Nove meses

O processo de construção tem um prazo estimado entre seis e nove meses, e contará com investimento total de R$750 mil, com uma emenda parlamentar de R$600 mil dedicada à construção do espaço, que terá 120m² de área construída, somando quatro câmaras para sanitários masculino e feminino, além de sanitários preparados para acessibilidade de pessoas com deficiência (PCDs).

Em breve discurso, Damásio destacou a importância histórica e econômica da linha ferroviária para a cidade de Mogi das Cruzes, e ressaltou ser o primeiro deputado estadual a encaminhar uma emenda para a CPTM para a execução de obras.

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
editor@moginews.com.br
editor@jornaldat.com.br
aline.portalnews@moginews.com.br

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News