SEGURANÇA PÚBLICA

Homicídios caem, mas roubos e furtos apresentam elevação

Queda nos assassinatos na região, em janeiro deste ano, caiu 22,22% em relação a janeiro do ano passado

André Diniz
26/02/2022 às 05:30
Atualizada em 26/02/2022 às 05:30.
Mogi News/Arquivo

Elevação maior pôde ser constatada nos roubos de carga, com aumento de 88,8% - FOTO: Mogi News/Arquivo

Um levantamento das estatísticas da criminalidade na região do Alto Tietê no mês de janeiro junto ao banco de dados da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), liberados ontem, mostrou que, embora a região tenha apresentado uma queda no número de homicídios, crimes como roubo contra pessoas e os roubos e furtos de veículos tiveram aumento, na comparação com janeiro do ano passado.

Os dados são divulgados na última semana do mês e refletem as ocorrências registradas no mês anterior. Os números são baseados nos boletins de ocorrência e flagrantes apresentados pela Polícia Militar, Polícia Civil e Guarda Municipal às autoridades judiciais.

Na somatória dos dez municípios que compõem a região, o mês de janeiro apresentou uma queda de 22,22% no número de homicídios: sete assassinatos foram registrados no começo deste ano, contra nove no início do ano passado. Itaquaquecetuba registrou o maior número de mortes, com três casos; Mogi das Cruzes veio em segundo com dois, e Santa Isabel e Suzano anotaram um homicídio cada.

Entre a categoria apontada pela Secretaria de Segurança Pública como "Total de Roubos" - que inclui roubos de carga, roubos à pessoa e roubos a bancos, o Alto Tietê computou no início deste ano 723 ocorrências, o que corresponde a um aumento de 2,4% no ano de 2021, quando foram 706 crimes. Itaquaquecetuba mais uma vez registrou o maior número de ocorrências, com 197 casos; Ferraz de Vasconcelos veio em segundo com 157, e Suzano com 154.

Na somatória entre roubo de veículos (onde é empregado o uso da violência contra a vítima) e furto de veículos, modalidade em que o agressor atua de maneira furtiva, o Alto Tietê subiu de 390 ocorrências no ano passado para 413, um aumento de 5,89%. A cidade de Itaquaquecetuba, nas estatísticas do governo do Estado, teve o maior número de ocorrências, com 115 na soma; Suzano veio em segundo lugar com 103, e Ferraz de Vasconcelos em terceiro com 77. As cidades de Biritiba-Mirim e Salesópolis foram as que não registraram nenhuma ocorrência de roubo ou furto de veículos em janeiro deste ano. 

Levando em conta os dados da região metropolitana de São Paulo excluindo a capital, foram registrados no primeiro mês deste ano 37 homicídios, 4.531 roubos e 2.789 casos de furto e roubo de veículos. Em janeiro do ano passado, foram 53 assassinatos, 4.686 roubos totais e 2.245 ocorrências contra donos de veículos.

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
editor@moginews.com.br
editor@jornaldat.com.br
aline.portalnews@moginews.com.br

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News