Morte no trânsito

Grupo organiza ato por justiça a auxiliar morta

A pauta da manifestação é pedir justiça ao homem que causou o acidente fatal

André Diniz
05/03/2022 às 05:30
Atualizada em 05/03/2022 às 07:23.
Reprodução/Redes sociais

Auxiliar de enfermagem Manu Fernandes, de 36 anos, que veio a óbito no local do acidente, na semana passada - FOTO: Reprodução/Redes sociais

Suzano - Um grupo de pessoas organizou para a noite de ontem uma manifestação no centro por justiça a Emanuelle Fernandes, auxiliar de enfermagem que morreu na semana passada em uma colisão.

O convite para o ato foi feito pelas redes sociais e grupos de discussão do WhatsApp de profissionais da Saúde que atuam no município, com concentração marcada para as 19 horas - mesmo horário da missa de sétimo dia do falecimento de Emanuelle. Após a celebração, o grupo planejou seguir da praça São Sebastião, marco zero da cidade, até o local do acidente, na avenida Vereador João Batista Fitipaldi, próximo ao Jardim Maria Helena.

A pauta da manifestação é pedir justiça ao homem que causou o acidente fatal no último sábado. A principal orientação feita aos participantes foi de preservar a privacidade da família durante o momento.

"Pedimos a todos a máxima colaboração para que não venhamos a atrapalhar este momento tão particular da família. Que todos tenhamos uma boa noite e que a justiça seja feita pela nossa querida Manu", concluiu o chamamento.

Colisão fatal

O caso ocorreu no último sábado, por volta das 20h40. Uma unidade móvel do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) seguia em direção à região norte da cidade para atender a uma ocorrência, quando um veículo em alta velocidade invadiu a pista contrária e atingiu o veículo lateralmente, causando o tombamento da viatura.

Emanuelle Fernandes estava na viatura e morreu no local. O condutor, de 55 anos, não apresentou ferimentos. O motorista do veículo que causou o acidente abandonou o local, já foi identificado e prestou depoimento durante a semana em Suzano.


Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
editor@moginews.com.br
editor@jornaldat.com.br
aline.portalnews@moginews.com.br

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News