Pista Pump Track

Pagamento de obra está suspenso pela Prefeitura

Raissa Sandara
05/03/2022 às 05:30
Atualizada em 05/03/2022 às 05:30.

Mogi - A Prefeitura não pagará o valor final da construção da pista de Pump Track, no Parque Botyra Camorim Gatti, no Centro Cívico. O prefeito Caio Cunha (Pode) comentou em vídeo divulgado anteontem nas redes sociais que há problemas na pintura das faixas, no nivelamento do asfalto, no desenho do projeto das pistas e no acabamento. A obra, de responsabilidade da CG Engenharia, deveria ter sido inaugurada em 2021, e ainda não está pronta.

"A gente foi fazer uma vistoria junto com o pessoal de Esportes, junto com o pessoal de Obras", afirmou Caio Cunha, em vídeo. "A gente não aprovou e não vai inaugurar isso enquanto não estiver com a qualidade que o mogiano e a mogiana merecem". Na postagem, ele afirmou que o pagamento não seria feito à empresa.

O projeto da pista foi viabilizado com investimento do governo de São Paulo, por meio de um convênio, realizado em 2019, por meio do programa Município de Interesse Turístico (MIT).


O MIT é um programa que visa apoiar o desenvolvimento de estâncias e municípios que tenham interesse turístico no Estado de São Paulo. Além da pista no Parque Botyra, o projeto também incluía uma outra pista no Parque Leon Feffer, em Braz Cubas. O investimento total em ambas pistas seria de
R$ 409.389,94.

A Prefeitura de Mogi, informou à reportagem, que os pagamentos pela execução de obras públicas são feitos de acordo com medições que são desenvolvidas pela empresa prestadora de serviços e conferidas pela equipe técnica da Prefeitura, podendo ser aprovadas ou não. No caso da obra, foram pagos os trabalhos de base, terraplenagem e drenagem. Porém, devido aos problemas encontrados na inspeção, a Administração Municipal decidiu não fazer os pagamentos relacionados aos serviços de acabamento. Ainda segundo a prefeitura, a CG Engenharia já foi notificada da decisão.

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News