Alto Tietê

Receita Federal espera receber mais de 294 mil declarações do IR

Contribuinte terá até 29 de abril, às 23h59, para enviar os dados

Raissa Sandara
07/03/2022 às 13:01
Atualizada em 07/03/2022 às 13:01.
Divulgação

Neste ano o contribuinte contará com Declaração Pré-preenchida, podendo pagar a Darf e receber a restituição por PIX - FOTO: Divulgação

A Receita Federal libera hoje os acessos para preenchimento do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF). O contribuinte terá até 29 de abril, às 23h59, para enviar os dados. Neste ano, o declarante poderá contar com novas ferramentas digitais, como a Declaração Pré-preenchida e o recebimento da restituição do imposto poderá ser feito via PIX. São esperadas 294.198 declarações apenas no Alto Tietê, de acordo com a Receita Federal.

Na região, as cidades com maior número de contribuintes obrigados a declarar renda são Mogi das Cruzes, Suzano e Itaquaquecetuba.


CIDADES DECLARAÇÕES
Mogi das Cruzes 101.418 
Suzano 57.840
Itaquaquecetuba 45.812
Ferraz de Vasconcelos 27.084
Poá 22.618
Arujá 19.741
Santa Isabel 8.610
Guararema 5.382
Biritiba Mirim 3.485
Salesópolis 2.208

Fonte: Receita Federal


Não houve alteração na expectativa de declarantes no Alto Tietê entre os anos de 2021 e 2022, de acordo com os dados da Receita Federal. A Receita espera cerca de 11 milhões de declarações apenas no Estado de São Paulo. Já a estimativa nacional é que cerca de 34,1 milhões de declarações possam ser enviadas este ano, referente ao ano-base de 2021, sendo que o número de contribuintes é aproximado a 31,7 milhões, a estimativa considera que o mesmo contribuinte possa ter que refazer a declaração.

É obrigado a declarar sua renda o contribuinte que teve rendimentos tributáveis maiores que R$ 28.559,70 no ano passado. Robinson Guedes, especialista em Administração e Finanças Públicas e coordenador do curso de Ciências Contábeis e de Administração da Faculdade Piaget, em Suzano, explicou que rendimento tributável “Via de regra se aplica a trabalhadores assalariados, registrados pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), será tributável se superar o valor de R$ 28.559,70”. Guedes também relatou diversos casos podem ser enquadrados como rendimentos tributáveis. “O aluguel recebido também é um rendimento tributável".

Pessoas que trabalham com atividade rural, que tiveram receita bruta superior a R$142.798,50, em 2021, também precisarão declarar renda. Outros indivíduos que devem fazer a declaração são aqueles com patrimônio, por posse ou propriedade, com valor acima de R$300 mil. “Se eu tenho imóveis ou bens móveis como um carro, uma motocicleta, que superam também R$ 300 mil, eu sou obrigado a declarar”, explicou o especialista.

Outro grupo que deve preencher a declaração é o dos contribuintes com rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil. Pessoas que tenham, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, ou realizaram operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas também serão obrigadas, alguns exemplos dessas transações são aplicações na bolsa de valores ou em criptomoedas, como o Bitcoin.

Algumas pessoas podem ser obrigadas a declarar o IRPF mesmo que não atinjam a renda mínima, como aqueles que passaram a residir no país em 2021. E para quem vendeu um imóvel residencial e comprou outro em até 180 dias após a venda.

Para os contribuintes que perderem o prazo, até dia 29 de abril, a multa por atraso das declarações será de 1% até 20% sobre o imposto devido, tendo como valor mínimo R$165,74. “Se esse contribuinte tinha que fazer a declaração e o imposto devido por ele era de R$ 1.000, ele paga até 20% sobre esses R$ 1.000 que ele não havia informado. A multa passa a ser os R$ 165,74 mais 20% sobre o imposto devido”, relatou Guedes.


Maior facilidade na hora de declarar seu imposto

O declarante pode escolher se prefere preencher seus dados no site, pelo Centro Virtual de Atendimento, o Portal e-CAC; pelo programa que pode ser baixado em desktops, no Programas Geradores de Declaração (PGD); ou pelo aplicativo Meu Imposto de Renda.
Podendo também contar com a opção de Declaração Pré-preenchida, disponível por meio de autenticação no portal Gov.br em contas com nível Ouro ou Prata. Esta modalidade antes limitada a quem tinha certificado digital, estará disponível a partir de 15 de março.
Com a Declaração Pré-preenchida, as informações sobre rendimentos, bens e direitos, deduções e ônus reais são colocadas pelo sistema, sendo apenas necessário que o contribuinte leia o conteúdo alternando, incluindo e excluindo o que for necessário.

Deduções
Este ano, de acordo com a Receita Federal, o contribuinte poderá deduzir até R$ 2.275,08 por dependente, e no caso das despesas com educação, elas terão limite individual anual de R$ 3.561,50.
“Nas despesas com educação não valem despesas como escola de inglês”, explicou Guedes. “O que vale na educação é o pagamento da escola de ensino fundamental, da educação infantil, de faculdade”.
Para contribuintes que optam pela Declaração Simplificada, e recebem desconto, o limite de dedução será de R$ 16.754,34. Em todos os casos, os dependentes que estiverem na declaração deverão possuir CPF.

Restituições
Este ano, o Documento de Arrecadação de Tributos Federais (Darf) também poderá ser pago por PIX, e, caso o contribuinte prefira, a restituição do imposto também poderá ser feita por PIX, portanto que a chave PIX seja o CPF do titular da declaração.
As restituições do Imposto de Renda, do ano-calendário de 2021, acontecerão em cinco lotes, de maio a setembro de 2022. Sendo o 1º lote em 31 de maio de 2022; o 2º lote em 30 de junho de 2022; o 3º em 29 de julho de 2022; o 4º em 31 de agosto de 2022; e o 5º lote em 30 de setembro de 2022.

Quem deve declarar:

  • Indivíduos que tiveram rendimentos tributáveis maiores que R$ 28.559,70 no ano passado;
  • Pessoas que trabalhem com atividade rural que tiveram receita bruta superior a R$142.798,50, em 2021;
  • Aqueles com patrimônio, posse ou propriedade de bens ou direitos, com valor acima de R$300 mil;
    Contribuintes com rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, de mais de R$40 mil;
  • Indivíduos que tenham, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, ou realizaram operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas.

Independente de renda, devem declarar: pessoas que passaram à condição de residentes no país em 2021 e aqueles que venderam imóveis residenciais e comparam outro até 180 dias depois da venda.

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News