Violência contra mulher

Assistência Social inicia debates sobre atendimento a vítimas

Primeiro encontro entre os representantes dos núcleos de acolhimento ocorreu ontem na sede do Creas

10/03/2022 às 05:30
Atualizada em 10/03/2022 às 05:30.
Wanderley Costa/Secop Suzano

Esta foi a primeira reunião do grupo de uma série de encontros programados - FOTO: Wanderley Costa/Secop Suzano

Suzano - A Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social realizou uma reunião com funcionários da pasta no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) que fica localizado na rua Doutor Deodato Wertheimer, 174, no centro, ontem de manhã, com foco em ações e atendimentos ao público feminino durante o mês de março. O primeiro de uma série de encontros programados para março reuniu técnicos e envolvidos nos núcleos especializados em atendimento e serviço às mulheres.

Contando com a presença de dois representantes de cada uma das cinco unidades do Centro de Referência e Assistência Social (Cras), coordenadores da Casa de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, guardas municipais da Patrulha Maria da Penha e profissionais do Creas, a reunião teve como tema central os processos de acolhimento do público feminino que sofre violência verbal, doméstica ou sexual, englobando as melhores formas de conduzir o apoio e a orientação nestes casos.

As participantes debateram as formas específicas de atendimento, projetando possíveis situações de risco médio e grave que as vítimas podem apresentar durante os atendimentos. Parte da conversa incluiu também a troca de experiências entre os núcleos, com sugestões acerca das determinadas áreas de atuação.

Segundo a comandante da Guarda Civil Municipal (GCM), Rosemary Caxito, apresentar casos e alinhar formas de acolhimento garantem um serviço mais próximo às mulheres. "Sou mulher e sei do medo que ameaças e agressões criminosas podem causar na rotina diária. A segurança municipal trabalha incansavelmente para proteger as mulheres suzanenses por meio da Patrulha Maria da Penha, que está sempre pronta para ajudar da melhor forma possível", afirmou.

Para o secretário Geraldo Garippo, a atuação conjunta possibilita um atendimento humanizado às vítimas. "Todos da Pasta trabalham com um mesmo objetivo, tendo atuações próximas às outras secretarias, como a Segurança Cidadã e a Saúde. A presença de todos os envolvidos foi importante, pois teremos mais conversas como essa nas próximas semanas", comentou.

De acordo com o titular, a sociedade deve manter o respeito em absolutamente todos os momentos com as mulheres, pois apenas assim as ocorrências registradas serão evitadas. "No mês de março, onde prezamos e priorizamos as mulheres, essa é a principal mensagem que precisamos passar a todos", completou.

Os munícipes interessados podem entrar em contato com a Assistência Social por meio do telefone 4745-2154 ou, caso desejem realizar uma denúncia anônima, podem entrar em contato com a Ouvidoria Municipal, pelo número 0800-774-2007. Informações complementares sobre os serviços do Cras e do Creas podem ser consultadas no site www.suzano.sp.gov.br.

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
editor@moginews.com.br
editor@jornaldat.com.br
aline.portalnews@moginews.com.br

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News