Mapa da Água

Suzano, Salesópolis e Mogi apresentam substâncias tóxicas na água

Apenas Biritiba Mirim e Guararema tiveram resultados dentro dos limites, de acordo com levantamento da Repórter Brasil

Raissa Sandara
22/03/2022 às 05:30
Atualizada em 22/03/2022 às 16:07.
Daniel Carvalho

Apenas Biritiba Mirim e Guararema tiveram resultados dentro dos limites - FOTO: Daniel Carvalho

Oito das 10 cidades do Alto Tietê apresentaram substâncias tóxicas acima dos níveis considerados seguros para o consumo humano entre os anos de 2018 e 2020, é o que aponta o levantamento Mapa da Água, produzido pela organização Repórter Brasil utilizando os dados do Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Sisagua). Apenas Biritiba Mirim e Guararema apresentaram amostras dentro dos limites de segurança. Suzano, Salesópolis e Mogi das Cruzes apresentaram os resultados mais preocupantes com duas ou mais substâncias acima dos níveis permitidos.

Na região, a cidade de Suzano exibiu o nível mais grave. Segundo o estudo, foi encontrada em uma das amostras analisadas a substância radioativa Rádio-228, e também níveis acima dos permitidos de Trihalometanos Total e 1,2-Dicloroetano. As substâncias foram classificadas em dois tipos: as que podem gerar risco à saúde, como o Trihalometanos Total e 1,2-Dicloroetano; e substâncias com maior risco para o desenvolvimento de doenças crônicas, como o câncer, por serem comprovadamente perigosas, no caso do Rádio-228.

Em Salesópolis, segunda cidade com maior incidência de amostras contaminadas, foram encontradas substâncias que poderiam gerar risco à saúde: o Trihalometanos Total e o Ácido Haloacéticos Total, este último encontrado em amostras nos três anos consecutivos. Já, em Mogi, foram encontrados níveis acima do permitido de Trihalometanos Total e de Antimônio.

 

Tabela com as dez cidades e as substâncias encontradas em cada uma
Tabela com as dez cidades e as substâncias encontradas em cada uma - Raissa Sandara / PortalNews

Um dos contaminantes mais encontrados no Alto Tietê foi o Trihalometanos Total (THM), presente em sete cidades. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) ele é classificado como possivelmente cancerígeno. Segundo o Mapa da Água, no Brasil, o contaminante é resultado do processo de tratamento das águas, ocorrendo de forma espontânea pela reação dos produtos de limpeza da água com a matéria orgânica presente nela.O levantamento do Mapa da Água também mostrou que dos 763 municípios do país analisados, um a cada quatro apresentou contaminação por algum tipo de substância. Sendo que as principais substâncias encontradas são subprodutos da desinfecção da água, agrotóxicos, chumbo e cádmio.

 

 

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
editor@moginews.com.br
editor@jornaldat.com.br
aline.portalnews@moginews.com.br

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News