Crime

Feminicídios evidenciam alta da violência contra a mulher

No mês passado, duas tentativas de feminicídio ocorreram em Suzano e uma morte foi registrada em Itaquá

Ingrid Leone
27/03/2022 às 05:30
Atualizada em 27/03/2022 às 07:55.
 Divulgação/Secop Suzano

Patrulha Maria da Penha impediu duas tentativas de feminicídio em Suzano - FOTO: Divulgação/Secop Suzano

Região - Dados da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) apontam que, no Alto Tietê, entre 2020 e 2021, houve sete casos de feminicídio. Porém, apenas neste ano, duas tentativas já foram registradas em Suzano, e uma morte ocorreu em Itaquaquecetuba. No país, em média, uma mulher foi vítima de feminicídio a cada 7 horas no ano passado, de acordo com o relatório Violência contra Mulheres do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. O estudo ainda apontou que, na pandemia, o isolamento social devido à pandemia de Covid-19 influenciou no aumento das mortes, o que evidencia o crescimento da violência contra a mulher. 

Em 2020, primeiro ano da pandemia, foram registrados cinco casos de feminicídio na região, sendo dois deles em Mogi das Cruzes, um em Suzano, outro em Ferraz de Vasconcelos e um também em Poá. No ano passado, os dados apresentaram queda, com apenas um caso em Arujá e um em Itaquá. Os dados são do sistema de Registro Digital de Ocorrências (R.D.O.), ferramenta da SSP. Em janeiro deste ano, houve uma morte também em Itaquá.

Neste banco de dados não há números sobre tentativas de feminicídio, como as ocorridas em Suzano no mês passado. A Patrulha Maria da Penha da cidade, referência no enfrentamento à violência contra a mulher e defesa da sua integridade, atuou nas duas ocorrências. Em um dos casos, o ex-marido tentou enforcar a vítima, e no segundo, houve o descumprimento de uma medida protetiva, e o agressor ameaçou a mulher de morte com uma faca.

A advogada Rosana Sant'Ana Pierucetti, coordenadora e presidente da Organização Não Governamental (ONG) Recomeçar, de Mogi, voltada para o acolhimento institucional de mulheres vítimas de violência, afirmou que durante a pandemia a violência doméstica aumentou drasticamente, ampliando um cenário que já existia. "O fato de estarem dentro de casa, isoladas, devido às restrições da quarentena as tornou ainda mais vulneráveis. Além do medo da violência do companheiro, tinha o medo da Covid-19", destacou. A advogada defendeu que a violência seja combatida com diferentes medidas preventivas.

Segundo a pesquisadora do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Betina Barros, desde 2016 houve um amadurecimento da polícia para classificar o feminicídio. Porém, segundo ela, por se tratar de uma lei consideravelmente nova, de 2015, e de abordagem multidisciplinar, a prática de feminicídio não é sempre reconhecida. "A questão de gênero pode gerar ampla interpretação. É uma abertura que faz com que a maior parte dos homicídios categorizados como feminicídios sejam casos muito típicos", explicou. 

A pesquisadora ainda disse que não existe uma classificação certa ou errada da lei, já que muitas vezes não há evidências suficientes. O feminicído é categorizado como crime enquanto ato contra a mulher por ser mulher. Betina defende a necessidade de  uma rede de apoio, criada pelo Estado, para as vítimas.

 

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
editor@moginews.com.br
editor@jornaldat.com.br
aline.portalnews@moginews.com.br

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News