Saúde

Programa Dignidade Íntima atenderá 73 mil estudantes

Cidades do Alto Tietê serão contempladas com a distribuição de absorventes nas unidades estaduais de ensino

Ingrid Leone
31/03/2022 às 05:30
Atualizada em 31/03/2022 às 14:30.
Reprodução/Internet

Programa prevê formação de professores sobre o tema e a distribuição dos itens - FOTO: Reprodução/Internet

Região - Mais de 73 mil estudantes da rede estadual de ensino da região, em fase menstrual, ou seja, acima dos dez anos de idade, devem ser beneficiadas pelo programa Dignidade Íntima. O novo repasse orçamentário ao programa anunciado pelo governo do Estado, na última quarta-feira, vai permitir implementar a distribuição gratuita de absorventes em todas as escolas. 

O Dignidade Íntima foi criado em outubro do ano passado por decreto, e de acordo com a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc -SP), cada escola tomava a decisão de utilizar ou não parte do orçamento para a distribuição de absorventes. Agora, o programa passa a ser obrigatório para todas unidades. Com o repasse, a Pasta informa que as escolas terão autonomia para fazer a aquisição dos itens, e isso varia de acordo com a demanda e a necessidade de cada unidade.

A orientação da Secretaria da Educação do Estado é que todas as escolas dialoguem com os grêmios estudantis para implementar o programa da forma mais adequada à realidade das estudantes e da escola. Quanto aos protocolos de distribuição, a principal diretriz, indicada pela Pasta, é garantir privacidade e acolhimento, criando uma rede de apoio para as alunas que precisam.

Para facilitar o acesso, além da garantia de itens de higiene menstrual, o Programa Dignidade Íntima também está prevista a formação dos profissionais da educação sobre temas como pobreza menstrual e orientações para a distribuição dos itens.

Pobreza menstrual 

Segundo o relatório "A Pobreza Menstrual Vivenciada Pelas Meninas Brasileiras", desenvolvido pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), os principais fatores relacionados à pobreza menstrual envolvem a falta de acesso a produtos adequados para o cuidado da higiene menstrual tais como absorventes descartáveis, absorventes de tecido reutilizáveis, papel higiênico e sabonete. Desafios também para homens trans e pessoas não binárias que menstruam.

Leia também: 

Cinco cidades têm projetos de distribuição de absorventes 

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
editor@moginews.com.br
editor@jornaldat.com.br
aline.portalnews@moginews.com.br

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News