Mogi das Cruzes

Projeto de reforma da estação deve sair no segundo semestre

Estudos para passarela na Deodato Wertheimer e nova unidade tiveram início nesta semana, e companhia irá avaliar se haverá necessidade para desapropriações na área

André Diniz
07/04/2022 às 05:30
Atualizada em 07/04/2022 às 06:21.
Mogi News/Arquivo

Estação Mogi das Cruzes é uma das que serão reformadas pelo governo do Estado - FOTO: Mogi News/Arquivo

Mogi - A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) informou ontem mais detalhes sobre o processo de elaboração dos planos de reforma da Estação Mogi das Cruzes e da passarela sobre a rua Deodato Wertheimer, anunciados pelo governador Rodrigo Garcia (PSDB) anteontem. A previsão é de que os projetos estejam prontos no segundo semestre.

O anúncio foi feito pelo governador, durante a assinatura da autorização para convênio entre o Estado e o município para a segunda unidade do Restaurante Bom Prato, em Jundiapeba, onde também houve a liberação de recursos para a CPTM realizar o projeto de reforma da estação na região central e a manutenção da passagem de nível, requisitada pela comunidade desde o início do ano.

Segundo o presidente da CPTM, Pedro Moro, o projeto de reforma da empresa foi dividido em duas etapas, sendo a primeira fase a elaboração do projeto pela equipe da companhia estadual, após duas tentativas sem sucesso de licitação para empresa para a contratação de uma empresa externa - a última em maio passado.

"Diante deste cenário, conversamos com a Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos e o governador para assumir a responsabilidade da reforma. No segundo momento, depois do projeto concluído, será feita a licitação para contratação de empresa que fará as obras, com recursos do Tesouro estadual, onde temos uma equipe capacitada", explicou, dando prazo para o segundo semestre deste ano para a entrega do projeto de revitalização, envolvendo estruturas para a acessibilidade e a disponibilização de espaços para concessão à iniciativa privada.

Sobre a proposta da passarela sobre a linha, Moro reforçou que o projeto acontecerá em paralelo, com um prazo menor por se tratar de uma obra com menor complexidade, mas terá outros desafios como o estudo para desapropriação de áreas no entorno. "A passarela precisa de adequação de acessibilidade, e a equipe começou o levantamento. Reiteramos que, com a desapropriação por via judicial, não haverá a possibilidade de especulação no preço do local, uma vez que este processo será feito com base em perícias para estipular o valor do local.

Perguntado sobre o prazo para a construção da nova estação, que poderá fazer a integração com o terminal central, o presidente da CPTM não quis estabelecer prazos, devido à complexidade do projeto. "Será algo bem diferente do que estamos fazendo", concluiu.

Bom Prato

A reportagem também entrou em contato com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social sobre o prazo para início das operações do novo Bom Prato de Jundiapeba, que terá capacidade prevista de servir até 1,1 mil refeições por dia, além de 300 cafés da manhã para a população com preços acessíveis.

A Pasta reiterou que foi garantido o aporte de R$ 1 milhão para a construção do empreendimento, e que os demais municípios do Alto Tietê não registraram solicitação de implantação de novas unidades. "Para pleitear um Bom Prato, as cidades devem sugerir um local, a partir aí a Pasta faz um estudo de viabilidade das instalações internas, condições elétricas e funcionais", explicou - a construção do prédio e a viabilidade para a instalação já foram cumpridas pelo Município.

Segundo a Prefeitura de Mogi das Cruzes, a nova unidade poderá entrar em funcionamento a partir do segundo semestre deste ano.

 

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News