Estudos

Compac propõe tombar a Igreja do Baruel

12/04/2022 às 05:30
Atualizada em 12/04/2022 às 07:41.
Wanderley Costa/Secop Suzano

A Praça Ernestina Maria de Jesus Bianchi e a Igreja do Baruel são pontos principais de Suzano - FOTO: Wanderley Costa/Secop Suzano

Suzano - O Conselho Municipal do Patrimônio Cultural (Compac), empossado no último sábado, promoveu sua primeira reunião tendo como foco o início dos estudos para o tombamento material e imaterial da capela Nossa Senhora da Piedade, conhecida como Igreja do Baruel, e da Festa do Baruel. O objetivo do trabalho é garantir o legado cultural e preservar este patrimônio, que é parte da história de fundação de Suzano.

A reunião técnica ainda aprovou o regimento interno e definiu a mesa diretiva desta primeira gestão, sendo composta por Amaury Rodrigues (presidente); Cind Kelly Octaviano (vice-presidente); Pedro Luiz Cardoso (secretário) e Epeus José Michelette (secretário-adjunto).

De acordo com o presidente do órgão colegiado, os próximos passos contemplam a qualificação dos conselheiros, por meio de cursos, palestras e visitas técnicas. A partir deste grupo capacitado será possível a elaboração de um estudo técnico aprofundado para o tombamento da Capela de Nossa Senhora da Piedade, a Igreja do Baruel, e outras demandas que chegarem ao conselho. "Esse estudo é um trabalho a longo prazo, detalhado e aprofundado para apreciação do conselho municipal. Isso envolve a parceria entre o poder público, as universidades e entidades relacionadas à defesa do patrimônio".

O secretário municipal de Cultura, o vice-prefeito Walmir Pinto, destacou ainda a importância do tombamento por parte do governo do Estado. "A partir desse trabalho no município, conseguimos pleitear também o tombamento pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo (Condephaat) para garantir recursos públicos exclusivamente voltados à preservação do patrimônio", enaltecendo o Baruel como o único marco da fundação suzanense há mais de 130 anos.

 

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
editor@moginews.com.br
editor@jornaldat.com.br
aline.portalnews@moginews.com.br

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News