Servidores

Prefeitura e Sintap fazem nova rodada de negociação

Katia Brito e
12/04/2022 às 05:30
Atualizada em 12/04/2022 às 07:52.
Reprodução/Facebook

Categoria rejeitou proposta da prefeitura e requer aumento maior - FOTO: Reprodução/Facebook

Mogi - A Prefeitura e o Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública Municipal de Mogi das Cruzes e Guararema (Sintap) negociam o aumento dos servidores municipais. Na assembleia, realizada na última sexta-feira, a categoria, segundo o sindicato, rejeitou a proposta da administração municipal de um dissídio de 5% previsto para agosto e o reajuste do vale-alimentação dos atuais R$ 207 para
R$ 414. Uma nova assembleia deve ser realizada amanhã.

Segundo o Sintap, os servidores avaliaram que o percentual proposto pela administração municipal estava abaixo do esperado. A expectativa era que a proposta fosse de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) acumulado de 2021, em torno de 9,74% para o reajuste salarial, mais próximo dos 15,38% esperados, que soma também os 5,64% do IPC de 2020.

"A categoria não aceita a proposta por vários fatores. Dois anos sem reposição salarial, um total arrocho, pandemia, a lei complementar que suspendeu direitos da categoria, como, suspensão de quinquênios e licença prêmio, entre outros. Um governo federal que está deixando o poder de compra da população cada dia menor", ressaltou Paulo Ricardo Alves Ramalho, tesoureiro do Sintap.

A proposta da Prefeitura é de um aumento de 5,64% em maio, sendo retroativo a janeiro, e mais 5% também em maio, retroativo a março, o que representaria uma recomposição salarial de 10,64%. As negociações, de acordo com o sindicato, fecharam em 11,03%, ficando 4,38% para o próximo ano.

Entre as outras reivindicações da categoria estão a revisão do plano de carreira, que, não teria tido melhorias desde sua criação há 11 anos. A expectativa é que a alteração sugerida para determinados itens sejam incluídas no projeto de reforma administrativa que a prefeitura vem fazendo em conjunto com a Fundação Getúlio Vargas, e que deve ser concluído em oito meses.

Procurada, a Prefeitura informou que a proposta foi de recomposição salarial de 10,92% (índice composto de 5,64% retroativo a janeiro deste ano e 5% a partir de março, sendo que o segundo incide sobre o primeiro).

Esse percentual é superior ao acumulado da inflação, que fechou em 9,73%. Além disso, a proposta é de dobrar o valor do vale-alimentação aos 1.992 servidores que têm direito ao V.A. (de R$ 207,65 para R$ 415,30); estender o benefício de auxílio funeral aos celetistas; criar a jornada 2x2; uma folga para os servidores da jornada 12x36; flexibilidade no horário do almoço e melhoria das condições de trabalho na garagem de ônibus da educação.

 

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News