Multidisciplinar

Projeto Monitoramento do Cuidado chega a todos os postos

Trabalho pioneiro da rede municipal envolve o acompanhamento de mais de 1,3 mil vítimas da violência

17/05/2022 às 05:30
Atualizada em 17/05/2022 às 07:18.
Glaucia Paulino/Secop Suzano

Último posto a receber a implementação foi a USF do Jardim Suzanópolis - FOTO: Glaucia Paulino/Secop Suzano

Suzano- A Secretaria de Saúde concluiu a implantação do projeto Monitoramento do Cuidado em toda a rede de atendimento primário, contemplando os 24 postos da cidade. O trabalho pioneiro teve início há pouco mais de um ano, com o objetivo de fortalecer a prevenção à violência contra segmentos populacionais mais vulneráveis, por meio da análise e do acompanhamento multidisciplinar de cada caso. Ao todo, 1.370 vítimas são acompanhadas neste trabalho, encabeçado pela Diretoria de Atenção à Saúde, por meio da Rede de Atenção à Pessoa Vítima de Violência Doméstica e Sexual (RAPSVDS) e a Rede de Urgência e Emergência (RUE).

O último posto a receber a implementação do Monitoramento do Cuidado foi a Unidade de Saúde da Família (USF) Onésia Benedita Miguel, do Jardim Suzanópolis. O encontro de capacitação dos profissionais ocorreu na última quinta-feira (12/05) e contou com a participação do secretário municipal de Saúde, Pedro Ishi, da diretora de Atenção à Saúde, Flávia Verdugo, e da coordenadora da RAPSVDS, Magna Barboza Damasceno.

A implantação do projeto contempla o treinamento dos profissionais das unidades de atendimento, a fim de que todo o grupo esteja apto a identificar os eventuais casos de violência acolhidos. A capacitação desenvolvida pela própria Diretoria de Atenção à Saúde, em parceria com a RAPSVDS, se estende a agentes comunitários de saúde, médicos, enfermeiros, farmacêuticos, auxiliares de enfermagem, psicólogos, auxiliares de limpeza e funcionários do setor administrativo.

Entre os principais temas abordados durante o treinamento estão os conceitos da violência, instrumentos de trabalho, rede intersetorial e outros assuntos importantes que englobam toda a linha de cuidado oferecido às pessoas em situação de violência. Neste primeiro ano de atuação, a iniciativa já identificou 1.370 casos de violência que passaram a ser acompanhados pelas equipes multidisciplinares capacitadas. Desta quantidade, 38,8% do público tem perfil de vulnerabilidade em nível moderado, outros 33,4% apresentam nível extremo e 27,7% nível grave de vulnerabilidade.

De acordo com a diretora Flávia Verdugo, até então, a maioria das ocorrências era identificada pelos equipamentos de urgência e emergência, como o Pronto-Socorro Municipal (PS) e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), por exemplo. "Quando capacitamos a atenção primária e garantimos o olhar treinado de nossas equipes nas unidades básicas, atuamos também na prevenção de novas ocorrências. É muito importante que acompanhemos de perto esses casos para que todas as necessidades da vítima sejam sanadas", comentou.

A coordenadora da RAPSVDS, Magna Barboza Damasceno, também reforçou a importância da ação: "A partir desse monitoramento, articulamos um núcleo de prevenção para a busca ativa e a discussão junto às equipes para dar direcionamento e orientação sobre as demandas e necessidades de cada caso".

Por fim, o secretário Pedro Ishi parabenizou o trabalho realizado e destacou a integração das equipes. "Esta é uma mobilização dentro e fora da Saúde. A partir do acolhimento e da identificação do caso de violência, o acompanhamento multidisciplinar engloba também políticas públicas que contam com o apoio das Secretarias de Governo, de Assistência e Desenvolvimento Social e de Segurança Cidadã e de outros órgãos capazes de auxiliar a vítima, a fim de uma vida digna e segura".

 

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News