Economia

Itaquaquecetuba tem menor preço médio de combustíveis

Reportagem levantou dados da ANP sobre gasolina, etanol e gás de cozinha também em Poá, Mogi e Suzano

André Diniz
20/05/2022 às 05:30
Atualizada em 20/05/2022 às 08:37.
Divulgação

Preço mais alto do botijão de gás de cozinha foi registrado em Mogi das Cruzes - FOTO: Divulgação

Região - Um levantamento do Grupo MogiNews/DAT junto à Agência Nacional do Petróleo (ANP),  acompanhando a variação dos preços em quatro cidades do Alto Tietê, mostrou que Itaquaquecetuba conta com os melhores preços para o motorista. 

A pesquisa levou em conta a oscilação dos preços para gasolina comum, etanol, gás natural veicular (GNV) e gás de cozinha nas cidades de Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá e Suzano nas últimas quatro semanas. 

Nos dados referentes à segunda semana de maio, a cidade que apresentou o menor preço médio para a gasolina comum foi Itaquá, com R$ 6,738 em 10 postos consultados pela agência.

A faixa de preços nos estabelecimentos de Itaquá oscila entre o valor de R$ 6,39 e de R$ 6,97 por litro. Já o município com a gasolina mais cara é Poá, com um preço médio de R$ 6,992 por litro em seis postos diferentes, com uma variação de preços de R$ 6,79 a R$ 7,19.

Para quem utiliza o etanol, das quatro cidades, apenas Itaquá está com a média abaixo de R$ 5, com R$ 4,901. A variação vai de R$ 4,72 até R$ 5,09. Poá tem o maior preço médio entre as quatro cidades com R$ 5,078, variação do custo de R$ 4,89 a R$ 5,29. No entanto, foi em Suzano que foi detectado o litro mais caro, por R$ 5,39.

A ANP também acompanha o preço do gás de cozinha. Em Itaquá, como nos demais combustíveis pesquisados, foi encontrado o preço médio do botijão de 13 kg mais barato, com o custo ao consumidor de R$ 105,49, sendo o preço mais baixo de R$ 99,99. Mogi foi a cidade com o gás mais caro, com média de R$ 108, chegando a R$ 120.

Evolução dos preços

Na comparação entre os preços dos combustíveis nas quatro cidades entre a segunda semana de abril e a segunda semana de maio, o preço médio apresentou uma variação mínima, sendo a maioria em queda. 

Para a gasolina, tanto Itaquá quanto Mogi tiveram redução do preço médio em 0,22%, enquanto em Poá houve um aumento de 1,23%, e em Suzano, a alta foi de 0,47%.

No preço do etanol, as cidades registraram um recuo no preço médio entre abril e maio deste ano. A maior redução foi em Itaquá, com queda de 6,61%, e o menor recuo foi em Poá, com redução de 2,04%.

Já no preço do botijão de gás, a redução nas cidades de Suzano e Itaquá girou em torno de 1%, enquanto que em Mogi foi de aproximadamente 0,55%. Entre os meses de abril a maio, o preço do gás em Poá permaneceu estável.

 

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News