Tentativas e Feminicídios

Violência contra a mulher tem aumento no Alto Tietê

Região registrou neste ano três feminicídios, enquanto em 2021, um caso foi registrado durante todo o ano

Aline Sabino
12/06/2022 às 06:00
Atualizada em 20/06/2022 às 15:04.
Mogi News/Arquivo

Itaquaquecetuba é a cidade da região com mais registros de violência doméstica - FOTO: Mogi News/Arquivo

O Alto Tietê registrou um aumento de casos de violência contra a mulher nestes primeiros cinco meses, em comparação com o mesmo período do ano passado. Conforme dados da Secretaria Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP), a região registrou neste ano três feminicídios, enquanto em 2021, um caso foi registrado durante todo o ano. Em 2020, cinco feminicídios ocorrem na região. Neste banco de dados não há números sobre tentativas de feminicídio, mas na região, de acordo com os casos registrados pelas polícias Militar e Civil, Itaquaquecetuba é a cidade com mais registros.

No final do mês de maio, uma mulher levou mais de 20 facadas do ex-companheiro em Itaquá. Ademir Fernandes de 53 anos é suspeito da tentativa de feminicídio. A agressão teria ocorrido no condomínio Chácara Cuiabá. De acordo com a SSP, o caso é investigado por meio de inquérito policial pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) do município. A Justiça decretou a prisão preventiva.

Neste mês, mais um caso ocorreu no município, policiais militares prenderam um homem acusado de violência doméstica e apreenderam com ele uma arma de fogo.

A Prefeitura de Itaquaquecetuba, por meio da Secretaria de Segurança Urbana, informou que de janeiro a abril deste ano, foram abertas 76 medidas protetivas, 34 ocorrências registradas e 127 visitas de monitoramento a residências de pessoas com medidas protetivas.

De acordo com a Agência Senado, a maioria das mulheres brasileiras (86%) percebeu um aumento na violência cometida contra pessoas do sexo feminino durante o último ano. A conclusão é da pesquisa de opinião "Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher — 2021", realizada pelo Instituto DataSenado, em parceria com o Observatório da Mulher contra a Violência. O estudo ouviu três mil pessoas entre 14 outubro e 5 de novembro.

A pesquisa revela ainda que 18% das mulheres agredidas por homens convivem com o agressor. Para 75% das entrevistadas, o medo leva a mulher a não denunciar.

A delegada responsável pela DDM de Suzano, dra. Silmara Marcelino, explica que na maioria dos casos, senão em todos, o feminicídio sempre está ligado a um histórico de agressão, não somente física, mas psicológica, moral e intimidação para a vítima. "A vítima nem sempre quer denunciar, seja por medo, ou por vergonha que as pessoas saibam que ela é vítima de violência, ou por outro lado a vítima se culpa, achando que ela tomou alguma atitude errada. Desses vários episódios de violência, muitos vezes podem culminar em um feminicídio", afirmou.

A dra. Silmara disse ainda que a vítima precisa observar os sinais. Segundo ela a violência é uma crescente. "A vítima precisa procurar por ajuda por menor que seja o sinal. Ainda que inicialmente ela não queira optar por algo criminal, como o B.O, a vítima pode procurar orientação no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas)", concluiu.

 

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News